Robert Osborn:
aries17@flash.net

O
Mago do Telescópio

   


O mito das constelações

Com essa minha insistência, você deve estar olhando através da sua janela e observando as estrelas e, talvez, vendo o Cruzeiro do Sul ou o Orion. Eles são constelações, que são desenhos imaginários que poetas, agricultores e astrônomos inventaram durante os últimos 6000 anos.

A razão verdadeira para os constelações é saber cada estrela qual é. Numa noite escura você pode ver de 1000 a 1500 estrelas. Saber qual é qual, é difícil, então as constelações ajudam a dividir o céu em desenhos. Por exemplo: se você vê 3 estrelas numa fila é, certamente, o cinturão do Orion (as 3 Marias); isso pode levá-lo até Canis Major, e, então, o céu se torna um mapa com desenhos para identificar.


O mapa astral 1482 representa  o Orion,

um homem em armadura.

Eu acho que as constelações foram inventadas pelos agricultores. Todos eles, em todos os lugares do mundo, sabem que planta-se na primavera e colhe-se no outono. Em várias partes do mundo as diferenças das estações não são tão acentuadas. Como há constelações diferentes a cada mês, você pode usar o céu como um calendário vivo; assim, fica-se sabendo a estação do ano pela mudança das constelações, o que dá para o agricultor a data certa para o plantio ou colheita.

Para ajudar a saber as constelações de cor, mitos locais foram contados e embelezados durante séculos. O mistério do céu escuro fez com que as pessoas contassem histórias sobre os desenhos no céu. Por exemplo: O mapa Fortin de 1476 conta a história em desenhos de Orion, o grande caçador, levantando a cabeça do  leão ao invés do cacete e escudo e olhando para o touro, Taurus Canis Major;  o cão fiel do Orion, este seguindo "Lepus", o Cavalo.Você vai se lembrar da história junto com a imagem.

Durante os tempos as constelações mudaram e também nossos modernos "sky charts". A International Astronomical Union (IAU), em 1929, oficialmente definiu 88 constelações. Elas são usadas hoje e cada estrela, nebulosa ou aglomeração tem seu "domicílio" em uma dessas 88 constelações. Isto ajuda aos amadores e profissionais terem uma base comum para estudos e referências.

Na próxima vez vamos dar uma olhada no livro mais bonito que já foi publicado neste ou em qualquer milênio.

 

Texto de Robert Osborn
Traduzido por Helga Szmuk

Revista Rio Total

 

Editoração e Coordenação:
IRENE  SERRA
irene@riototal.com.br