MERCÚRIO, MENSAGEIRO DOS DEUSES 

Mercúrio é difícil de ser observado, pois estando muito perto do sol, pode competir com as mais brilhantes estrelas, porém nunca está suficientemente alto no céu para ficar longe do brilho do crepúsculo da madrugada, ou ao anoitecer.

Depois de julho,  Mercúrio pode ser visto de madrugada. Por causa da proximidade ao sol, muitas vezes atravessa o seu disco (transit).

O planeta parece  como silhueta ou um ponto preto pequeno atravessando o disco do sol. Observar um transit exige técnicas de observação  seguras que devem  ser feitas somente por profissionais.

Para os babilônios, Mercúrio foi o deus da sabedoria (nabu).
Para os gregos foi chamado (stilbone-estrela piscante) inspirado pelo brilho da atmosfera instável, perto do horizonte. Também chamado como mensageiro  com pés rápidos dos deuses (Hermes).





Os antigos anglo-saxônicos chamaram Mercúrio como sua divindade máxima com o nome de Woden de onde surgiu  a palavra Wednesday, dia do Woden, que corresponde à nossa quarta-feira.

 

Tradução de Helga Szmuk

 

 

Revista Rio Total

Editoração e Coordenação:
IRENE VIEIRA MACHADO SERRA
irene@riototal.com.br