A DANÇA DA LUA


A luz da lua ilumina a noite "lavando" as estrelas mais distantes, mesmo assim é considerada um dos corpos mais escuros no sistema solar.
Ela reflete a luz do sol, e no escuro parece como o mais luminoso.
De fato a lua refleta somente 7% da luz do sol que recebe. A impressão da lua ser tão luminosa, é o contraste do disco iluminado e o fundo escuro. A lua de dia é muito mais parecida com a luminosidade real.
Outra diferença é o movimento rápido através do céu, completando uma órbita da Terra cada 27.32 dias média (mês sideral). Este é o tempo que a lua leva da cada fase cheia. 

Se a lua está no centro da sua janela vai passar um mês sideral para aparecer outra vez no centro da sua janela. A lua se move 13 graus por dia (a distância da sua mão com o braço estendido). Isto resulta em a lua se levantar 50 minutos mais tarde a cada dia.

A dança da lua começa com o quarto crescente, cresce cada dia até a lua cheia. Essa mudança na forma se chama ciclo, fases (lunação). 
Começa com a lua nova, quando somente uma parte finíssima é visível, quando a lua se posiciona entre a terra e o sol.
Enquanto a lua se move para o leste, ela se levanta mais tarde do que o sol e nós observamos uma parte maior da lua iluminada (luz do dia). Esta fase é o primeiro quarto e se diz crescente. 
A lua cheia e de lado oposto do sol, recebe toda a luz.
Após a lua cheia é a decrescente, ela diminui até a metade (último quarto). 
O ciclo começa de novo com o sol, lua, terra alinhada para lua nova. 

Tudo isso demora 27.32 dias para completar uma rotação ao redor da terra, mas cada ciclo da lunação demora 29.53 dias. Por quê? A lua termina a órbita durante um mês sideral. Mas a terra se move 1/12 ao redor do sol na sua viagem anual. Então, antes da lua nova a lua precisa compensar para começar seu ciclo. Esta diferença é chamada mês sinódico, a base de todos os calendários.

Tradução de Helga Szmuk 

 

Revista Rio Total

Editoração e Coordenação:
IRENE VIEIRA MACHADO SERRA
irene@riototal.com.br