O ANO 2000

Em menos de 350 dias vão começar as festas para celebrar o ano 2000, o qual muitas pessoas acham que é o início do novo milênio. Desde A.C. não se começou com o ano 0, então, o ano chamado 2000 é o fim do século 20 (1000 anos) ou milênio; 2001 é o começo de novo milênio.

O autor deste artigo não se importa, porque eu gosto de viajar e festejar, 1999 e justamente o ano para isto. Vamos imaginar por um momento um " tour do milênio".

O tour começa com o Tour 1 (para o viajante ativo) em que o itinerário começa em 27 de janeiro, na América do Norte, com a Lua ocultando a estrela Aldebaran.

Antes de 31 de janeiro você precisa embarcar num avião para ver o Eclipse Penumbral da Lua, no leste da África.

Tem de ir rápido, para não perder o Eclipse Anular do Sol, na Austrália, em 16 de fevereiro.

Em 28 de fevereiro  a Lua oculta Regulus, somente no Havaí.

No dia 20 de março começa a primavera no equinócio, às 20:46h no hemisfério norte. Nenhuma viagem para este dia.

Faça suas malas para ver a ocultação de Regulus pela Lua na América do Norte, em 24 de abril.

Viaje para minha festa favorita, a Texas Star Party Ft. Davis Texas - USA, em 9 de maio. Não se atrase!

E há uma viagem fácil para Campinas, para a segunda  Star Party do Brasil, em 19 de junho. Enquanto estiver lá, aproveite o primeiro dia do inverno que começa no hemisfério sul, em 21 de junho. (no hemisfério norte estará começando o verão).

Em 28 de julho você precisa ir  para América do Norte, na costa oeste, para ver o eclipse parcial do Sol às 4:30h da manhã. Se você acha que é cedo demais, o mesmo evento pode ser visto no Japão, à tarde.

Deixe suas câmeras prontas para em 11 de agosto filmar o último eclipse solar total desse século, na Europa.

Em 22 de dezembro começa o inverno na América do Norte e é nossa última parada antes de terminar o tour com uma viagem para Austrália, para ver o primeiro aparecimento do sol em 2000.

Tour 2 (para os mais cansados): A viagem para Campinas, dia 19 de junho.

O resto você pode ler nos jornais, mas o melhor é estar lá.

 

Traduzido por Helga Szmuk

 

Revista Rio Total

Editoração e Coordenação:
IRENE VIEIRA MACHADO SERRA
irene@riototal.com.br