Ano 9 - Semana 446


O que é maré?
É o fenômeno de subida e descida periódica dos ma-res e oceanos.

As marés têm a ver com a atração do Sol e da Lua sobre a Terra.

A gravidade de cada astro "puxa" os outros. Essa atração faz com que as águas dos mares e ocea-nos avancem e recuem, dependendo da posição em que estão em relação à Lua e ao Sol.

A água concentra-se no lugar da Terra que estiver mais próximo da Lua, pro-vocando uma subida do nível do mar ("préa-mar", no seu nível máximo).
Quando esse mesmo pon-to do planeta se afasta da Lua, as águas descem ("baixa-mar", no seu nível mínimo).

Apesar da atração da água pela Lua ser muito maior (porque ela está bem mais perto da Terra), a água também é atraída pelo Sol, ou seja, também sobe no lado oposto do planeta (onde o Sol está a passar).


Quanto mais próximo se está da linha do Equador maior será a maré.

(Irene Serra)
 


 

Outros artigos de Astronomia

16 de outubro, 2005
-

 Helga Szmuk
 

Acreditar sem Duvidar




Eu sempre escuto as previsões do tempo e das marés na Tv, na véspera de ir à praia. Eu escolho a maré baixa para andar ou maré alta para nadar, no verão. Mas nunca soube ou me preocupei como eram feitas estes previsões.



Das previsões meteorológicas eu tinha uma noção, mas das marés, nada. Assim, eu decidi ligar para o TVCOM e perguntei. A resposta foi evasiva, mas me deram o email da pessoa que entende deste assunto.  Escrevi para ele e no mesmo dia recebi a resposta. A resposta de 5 páginas com explicações muito bonitas, fórmulas matemáticas e tudo isto me abriu a mente. É muito mais complexo do que eu sonhava! Quem me explicou os movimentos das marés se chama Eduardo Marone, edmarone@ufpr.br .

Agora eu acho este movimento aparentemente regular das marés muito mais bonito ainda. Atrás destas previsões tem um conhecimento profundo, mas nós aceitamos isto como óbvio, como algo que é nosso direito.

Previsor de Marés (1994/0356) - Kelvin Bottomley & Baird Ltd. -  Inglaterra Século XX (início) dimensões: 220x184x75 cm The Tide Predicter designed by William Thomson (later Lord Kelvin)in 1873, from the original paper of 1882.

Falamos do pôr-do-sol e já sabemos, há séculos, que o sol não se põe. Porque há pessoas que não pensam assim, que querem saber o porquê das coisas; e estas pessoas mudaram nossa vida profundamente. Beethoven falou que a maior das invenções do homem é a música. Para ele que era surdo! Mas tem muito mais...

A Terra parece plana, você anda em linha reta até chegar ao ponto desejado, mas a linha não e reta. Moisés sentava no Nilo e observou os barcos chegarem do horizonte e viu primeiro o mastro e somente depois o barco inteiro aparecer. Ele sabia que atrás do horizonte existe algo. Mas demorou séculos até as pessoas acreditarem que a Terra é redonda e muitas delas perderam a vida e a honra defendendo a verdade.

Stonehenge
Stonehenge foi o primeiro observatório a registrar as mudanças da altura do Sol
e, portanto, as estações.



Relógio do sol! Relógio do solQue coisa mais linda! Eu acho que cada criança deveria aprender na escola como fazer um.  Assim aprenderiam com facilidade muito mais sobre geografia e astronomia sem esforço. Simplesmente observando as mudanças das sombras, vão ter consciência não somente das mudanças mas também seu lugar no universo, sua latitude e longitude.


Isaac Newton observou uma maçã caindo da árvore e mudou o mundo para nós (não sei se a história da maçã é verdadeira) mas de qualquer jeito ele não aceitou as coisas como óbvias. Somente há pouco tempo atrás foi provado que a lei de Newton é válida para qualquer lugar, portanto, uma lei universal.
Einstein falou que até Deus obedeceu às leis de Newton.

Um simples relojoeiro, o Harrison, salvou muitas vidas de bravos marinheiros pensando como funciona o tempo e como podemos medir o tempo mesmo em alto mar. Onde eu moro, em Florianópolis, os mergulhadores acham até hoje naufrágios de séculos passados,  onde inúmeros perderam a vida por não saber a longitude.  E um homem simples achou a solução. Como? Pensando!

Nós nunca devemos aceitar as coisas como certo, como nosso direito, mesmo se parecem óbvias. Ninguém se preocupa ou questiona como é fantástico ter 2 olhos e perceber a profundidade dos objetos e a distância. Somente quando você não tem mais esta maravilha você percebe o mecanismo fantástico da paralaxia - perceber 3 dimensões - mas também existiram pessoas que não pensaram assim. 300 anos depois de Cristo, Eratóstenes media a circunferência da Terra usando a paralaxia. Numa época em que a maioria dos homens ainda acreditava que a Terra era plana.

Porque estes homens são diferentes? Eles usam esta máquina maravilhosa e mais complexa do universo. Nosso cérebro e nossa curiosidade. Eu gosto muito de ouvir as perguntas das crianças. Elas tem uma curiosidade ainda não contaminada pela propaganda enganosa.
Eu anotei alguns destas perguntas:
Um menino de 4 anos - Por que as estrelas piscam no horizonte e não piscam no Zenith?
Outra: um menino de uma favela em São Paulo, depois de ter assistido a um filme sobre o planeta Saturno. - O que uma pessoa sentiria se estivesse sentada num dos anéis do Saturno?
Meu filho quando tinha 9 ou 10 anos depois de ter tomado um tombo chorando com o joelho sangrando: -  E tudo e por causa desde tal Newton!


Nós adultos temos muito a aprender com a curiosidade das crianças e dos gênios. Nada é obvio, o pôr-do-sol, a noite estrelada, o movimento dos planetas e do universo, a chuva e as ondas do mar. Eu acho uma grande ignorância quando as pessoas falam: Hoje o tempo está ruim! Não existe tempo ruim. Existe chuva e sol, vento e calmaria, e muito mais e é por isto que tem vida na Terra. Mas não e óbvio. Cada vez que olhamos para o céu nossa retina recebe informações através de um fóton que viajou centenas, milhares de anos através do universo. Algumas pessoas inventaram lentes cada vez maiores e observatórios cada vez mais precisos para nos trazer estas informações mais O  Hubble é considerado o engenho mais perfeito já feito pelo homem. precisas e mais detalhados para nós. Cada vez que a cúpula de um observatório se abre eu me sinto frente a frente com um pouco a mais de verdade do universo. É um momento mágico, não entendo porque as religiosos se trancam dentro de igrejas. Sinagogas e templos para ficar mais perto com o criador? Para fugir da verdade? Por que? Nada é tão bonito como a verdade. Conhecer significa apreciar.

Os pais do menino que perguntou sobre o pisca das estrelas nunca contaram para ele mentiras do Papai Noel, um velho feio de botas num pais tropical. Mas contaram para ele que foi a mãe e o pai dele que compraram com o trabalho deles e com o amor por ele. Escolheram o que ele mais gosta. Não é mais bonito? Eu também prefiro tomar remédios que um médico competente recomendou a tomar chás milagrosos, ou cremes feitos por mãos não competentes. Tenho inveja do jovens de hoje que vão saber muito mais ainda sobre as segredos e maravilhas verdadeiros do universo.

Helga


Texto de Helga Szmuk,
astrônoma amadora
 




Direção
Irene Serra

IRENE SERRA
irene@riototal.com.br