PADRE MARCELO LANÇA LIVRO NO CONVENTO


Mais de quinze mil pessoas se acotovelaram, nas cercanias do Convento, ao longo do dia 26 de março de 2003, para o lançamento do livro Parábolas que Transformam Vidas, do popstar religioso, Padre Marcelo Rossi. As filas, que se estendiam e davam volta pelo Largo da Carioca e se alongavam pelos vários terraços do Convento, começaram a formar-se às 5 horas da manhã, mesmo tendo o autor só chegado ao local pelas 11.

Quando chegou, cercado de policiais, que lhe davam proteção, um frêmito de forte emoção agitou a multidão que procurava chegar perto e tocar no mais popular sacerdote do Brasil. Sorrindo e abençoando a todos, dirigiu-se para a entrada do Convento, onde estava montado um stand com os exemplares de seu livro (73 páginas), que era vendido a R$7,00.
 


O livro é uma coletânea de 56 pequenas histórias selecionadas entre mais de 600 que o autor recebeu dos ouvintes de seu programa na Rádio Globo:  Momentos de Fé. Para ele, trata-se de “um instrumento para evangelizar e consolar os que sofrem”.

As pessoas levavam mais de 5 horas para conseguir um autógrafo. Enquanto as filas se moviam lentamente em direção ao alto do Convento, o povo enchia o Largo da Carioca com rezas e cantos, acompanhados de coreografias e danças. De tempos em tempos, o sacerdote aparecia numa janela do Convento para abençoar as pequenas multidões que se formavam já em seus terraços. Ele era estrepitosamente aplaudido.

Durante o dia todo, tendo abandonado o Convento somente pelas 22h.30, Padre Marcelo apenas alimentou-se de sanduíches, sucos e muita água. Segundo ele, era para ter mais tempo para acolher individualmente seus fãs. “Vou abençoar um por um”, garantiu, o que não foi possível. Quando as horas da noite já iam adiantadas e havia ainda muita gente à sua espera, o religioso decidiu reunir os fiéis em pequenos grupos na Igreja do Convento para abençoá-los coletivamente.

Ficou muito surpreso quando lhe disseram, às 17 horas, que os 7.500 exemplares do livro, postos à venda, já se tinham esgotado. Infelizmente, não houve como repor o estoque, pois o livro pertencia a uma editora de São Paulo.

Mas deu-se por contente, completando: “Enquanto a guerra gera bombardeios com mísseis, jogamos bombas de amor. A Evangelização é o caminho da Paz”.


fsurian@radnet.com.br

 
 
     
  Rio Total