NO CORAÇÃO DO RIO,

O CONVENTO DE SANTO ANTÔNIO



O Convento de Santo Antônio, que quase nasceu (1608) com a cidade do Rio de Janeiro (1565), é hoje um de seus orgulhos por sua arquitetura solene e majestosa e pela importância de sua presença histórica.

Em seu Salão Nobre, formaram-se os quadros intelectuais da cidade e, na cela de Frei Francisco de Santa Teresa de Jesus Sampaio, próceres políticos tramaram o Dia do Fico e a Independência do Brasil.

O Banco Nacional de Desenvolvimento Social, seu vizinho de espaço, resolveu, por ocasião de seus 51 anos de atividades, homenagear o Convento, contando sua história, num espetáculo de som e luz, que é aplaudido com entusiasmo pelos passantes do Largo da Carioca, desde o dia 12 de junho de 2003 e que continuará a ser apresentado, sempre às terças, quintas e sextas-feiras, até o dia 11 de julho deste mesmo ano, sempre a partir das 18h30min.

Para tanto, três canhões de luz projetam imagens de 60 metros de comprimento por 20 de altura nas paredes externas do Convento. Nelas desfilam fatos importantes da História do Brasil e exaltam o Largo da Carioca como “O Coração do Rio”.

Espetáculo imperdível que deixa os cariocas orgulhosos de sua Cidade Maravilhosa.



Frei Neylor José Tonin, OFM
                               

 

 

 

 


 Convento de Santo Antônio

 

 

 
Rio Total