Frei Luiz Sassi, OFM
       

         SANTO ANTÔNIO DO RELENTO
    

 

Santo Antônio do Convento,
Que todos te chamam do “Relento”,
Estás sempre ao frio e ao vento.

Santo Antônio do Convento,
Teu povo vem a ti sedento
Pedir saúde, trabalho e sustento.

Santo Antônio do Convento,
Aos rogos de teu povo atento,
Venho a ti, pois não mais agüento. 

Santo Antônio do Convento,
Vê teus fiéis com pedidos correndo,
Ouve a quem vem ao Convento.

Santo Antônio do Convento,
Vê quantos pobres sem alimento
Te pedem auxílio neste momento.

Santo Antônio do Convento,
Que estás sempre no tempo,
Dos pobres aos rogos sê atento.

Santo Antônio do Convento,
Protege os noivos no momento
Que vem a ti pedir casamento.

Santo Antônio do Convento,
Trabalho e comida faltam no momento,
Repete o milagre daquele tempo.

Santo Antônio do Convento,
Com luz acesa a todo o momento, 
Mostra o caminho a quem se perde no tempo. 

Santo Antônio do Convento,   
Do Largo Protetor atento,        
Roga por nós a todo o momento. 

Amém

 

Esta imagem de Santo Antônio que  
protegeu o Rio de Janeiro da  
invasão dos franceses, encontra-se 
 
desde 1779 no frontispício do
 
Convento, onde permanece até hoje.
 É conhecida como: 
Santo
Antônio do Relento

 
 
Esta página é parte integrante da Revista Rio Total