Ano 20 - Semana 1.045

 

 




class=



15 de setembro, 2017

Alimentos que aceleram o metabolismo


Para simplificar o termo, podemos dizer que o metabolismo é a capacidade do nosso organismo em "queimar" as calorias. Pessoas que têm o metabolismo lento, são pessoas geralmente com mais facilidade em engordar. Assim sendo, pessoas com um metabolismo rápido, "queimam as calorias mais rapidamente", transformando-as em energia.

Alguns alimentos que podem ajudar a acelerar o metabolismo.

Gengibre
O gengibre é uma raiz com efeito termogênico, o que ajuda a acelerar o metabolismo.  Pode ser consumido nos temperos de carnes, aves, peixes, sopas; batido em chás e sucos de frutas, o que lhes dará um sabor refrescante; em bolos, biscoitos.
Faça seu próprio óleo de gengibre (basta ralar um pouco, uns 2 cm, da raiz fresca, e deixar macerar em ambiente escuro, até o azeite assumir o odor característico); e vinagre temperado com gengibre, para suas saladas.

Canela
A canela possui substâncias antioxidantes que ajudam a diminuir o colesterol.
Melhora a eficácia da insulina, sendo útil para controlar os níveis de açúcar no sangue, o que diminui a fome. Além disso, facilita a digestão e elimina os gases, o que ajuda a desinchar a barriga. Ajuda a diminuir as calorias ingeridas, pois pode substituir o açúcar no leite, café, chá e vitaminas, por exemplo. Aumenta o metabolismo, o que faz o corpo gastar mais calorias e isso eleva a queima de gordura acumulada, favorecendo a perda de peso,

Pimenta vermelha
A pimenta vermelha é um dos principais alimentos que ajudam a acelerar o metabolismo graças a uma substância nela encontrada, chamada capsaicina. Estudos mostram que essa substância pode aumentar em até 20% da atividade metabólica. É recomendado 3 gramas por dia.
A capsaicina tem efeito termogênico. Isso quer dizer que ela eleva a temperatura natural do corpo humano. Essa elevação obriga o metabolismo a trabalhar mais para manter a temperatura adequada. Assim, consumimos mais energia e, consequentemente, gastamos mais calorias.
Se você não gosta de consumir pimenta, pode optar pelo uso do pimentão – de preferência o vermelho, que possui os mesmos benefícios, embora em uma quantidade menor.

Água gelada
Beber água é fundamental para um bom funcionamento do organismo. Mas se você beber água gelada, seu organismo usará mais energia para aquecer a temperatura do corpo. Ingerindo média de oito copos de água por dia, o esforço para elevar a própria temperatura e mantê-la na casa dos 37 °C provoca um gasto de aproximadamente 200 calorias, o que equivale a uma corrida de 4 km.

Café
Estudos comprovam que a cafeína encontrada no café pode aumentar a taxa metabólica de 3 a 11%. Quanto maior essa taxa, mais energias seu corpo queimará.
Além do que, a cafeína ajuda a regular o fígado; juda no combate a diabetes tipo 2; ajuda no combate a ao câncer; atrasa o aparecimento do mal de Parkinson.

Chá verde
O consumo do chá verde pode aumentar em até 5% o metabolismo no corpo, levando ao emagrecimento. Se gelado, acelera o processo, pois há mais gasto de energia.
Além disso, o chá verde contem antioxidantes, o que reduz o risco de vários tipos de câncer, entre eles o de mama e da próstata.

Alimentos ricos em ômega 3

Aposte nos alimentos ricos em ômega 3, como peixes, sementes de linhaça e sementes de chia, pois eles eliminam o excesso de líquidos do corpo e nos dão mais energia. Misture duas colheres (sopa) nas saladas, vitaminas e saladas de frutas.
São excelentes para o bom funcionamento do cérebro; melhoram a memória, sendo favorável aos estudos e ao trabalho. Também podem ser utilizados como complemento terapêutico da depressão e no tratamento de inflamações crônicas, como tendinite.

Brócolis
O brócolis é um alimento rico em cálcio, vitaminas C, K e A. Por essas propriedades é um excelente alimento emagrecedor, antioxidante e desintoxicante.  Estes compostos ajudam, também, na prevenção do envelhecimento, rugas e pigmentos na pele. Os antioxidantes ajudam a prevenir a formação de radicais livres que podem causar problemas relacionados com a pele e câncer.
A alta fonte de fibra dietética torna o brócolis benéfico na digestão, mantendo eficiente o movimento do intestino.
Os isotiocianatos são fitonutrientes presentes no brócolis, que ajudam a proteger a mucosa do estômago e impedem o crescimento de bactérias na parede do estômago.

Suco de berinjela com limão
As fibras da berinjela e a acidez do limão ajudam o melhor funcionamento do fígado. Também têm função diurética, o que ajuda a combater a retenção de líquido.
Rica em fibras solúveis, que garantem saciedade, e antioxidantes, a berinjela tem poucas calorias, impede a absorção de gordura pelo organismo e colabora com a redução dos níveis de colesterol e triglicérides.

 

 


Direção e Editoria
IRENE SERRA
irene@riototal.com.br