Ano 10 - Semana 500
 





 

 

    28 de outubro, 2006
---

Temperos
Realçando o sabor
 

O segredo de uma receita quase sempre está no tempero. A primeira recomendação é nunca exagerar na quantidade. Além disso, escolher bem a qualidade, sejam frescos ou secos. Os frescos podem ser conservados na geladeira dentro de um saco plástico e os secos na própria embalagem, com os rótulos sempre à mostra.

1. ALHO
alho - riototal
De paladar forte e odor inconfundível, o alho é uma das maiores descobertas do homem em termos de temperos. É difícil encontrar pratos em que ele não seja bem-vindo. No arroz e feijão, nos molhos e carnes, é quase sempre o primeiro a ser lembrado.
É usado por todos os povos, não só na culinária, como na medicina. Saudável, contém substâncias anti-sépticas, é estimulante e reduz a pressão sangüínea. Quem pensaria em temperar uma carne, caça ou ave sem que o alho entrasse na composição da famosa "vinha d'alhos"?

2. ANIS
Usado em licores como o Pernod e o Greek. Também pode ser usado em saladas para guarnecer vegetais, bolos biscoitos e pães. O chá de anis combate a indigestão.

baunilha- riototal3. BAUNILHA
Encontrada nas boas casas de ervas e supermercados, em favas longas, pretas, brilhantes e muito aromáticas, em gotas e em cristais (quando toma o nome de vanilina). Seu aroma é sempre agradável.
É usada em caldas, sorvetes, doces, compotas, bolos, biscoitos, chocolates, bombons e cremes.

4. CAMOMILA
camomila - riototal
Muito aromática, de forte sabor, é uma erva que pode ser encontrada fresca, em ramos ou seca.
É muito usada na medicina caseira, pois dizem que o chá de camomila após as refeições ajuda a digestão e tem um gostinho muito agradável.
A camomila, acrescida de outras especiarias, tais como a canela, o cravo e a noz moscada, dá um sabor todo especial aos bolos de fubá, de mel, de chocolate e alguns biscoitos.

5. CEBOLAcebola - riototal
É um dos mais importantes condimentos universais. Possui cheiro e sabor característicos. É também ótimo alimento, empregada como ingrediente principal de vários pratos saborosos.
Seu cultivo remonta à antigüidade, sendo originária da Ásia e da Palestina. Já os egípcios lhe rendiam verdadeiro culto, como foi comprovado pelas pinturas encontradas em tumbas. Os caldeus empregavam-na nos rituais de magia, e os romanos atribuíam-lhe qualidades excepcionais, como o poder de aumentar a força de seus soldados. Os judeus fizeram uso dela como alimento durante 40 anos no deserto, quando fugiam do Egito.
A cebola pode ser empregada também para fins medicinais. Contém ácido fosfórico potássio, cálcio, enxofre, vitaminas B1, B2 e B6.

 6. CEBOLINHA FRANCESA
cebolinha - riototal
É encontrada fresca, principalmente em feiras livres e alguns supermercados. Suas folhas são roliças e muito finas, de cor verde. É uma das ervas componentes das fines-herbes.
Cortada bem fininha ela é utilizada para dar paladar às omeletes, saladas, sopas cremosas de batata, pastas de queijo branco, requeijões e em batatas inglesas pequenas e temperadas com casca.

cebolinha - riototal7. CEBOLINHA VERDE
Encontra-se em todas as feiras livres e supermercados.
Um dos temperos mais comuns, é utilizada em quase todos os molhos e é excelente para enriquecer as saladas e farofas.

8. CRAVO-DA-ÍNDIA
cravo - riototalÉ uma das especiarias mais populares. De sabor e aroma muito forte deve ser empregado com parcimônia.
É encontrado moído ou em cravinhos secos.
Indispensável no preparo das caldas para compotas, doces de tacho, bolos de mel, pães, biscoitos, picles e para temperar carnes e presuntos.

9. CARIL OU CURRY
curry - riototal
E um dos temperos da cozinha indiana. Consiste na sábia e precisa mistura de especiarias, cujas proporções variam de acordo com a região e o prato. Nos grandes palácios da Índia há pessoas especialmente incumbidas de sua preparação e cada uma tem sua receita secreta.
Em sua composição entram açafrão da Índia, coentro, gengibre, cravo, canela, mostarda, cardamono, caiena, cominho e sal. O sabor varia com a proporção dos diversos temperos usados.

10. COENTRO
Encontrado em folhas frescas em todas as feiras e mercados. É quase tão popular como a salsa e a cebolinha verde. As folhas são ligeiramente repicadas e de coloração verde claro, lembrando a salsa, porém de gosto inteiramente diferente. As sementes secas são encontradas em supermercados e casas de ervas.
Quando fresco é muito usado nos pratos de peixes e crustáceos. É indispensável no preparo do vatapá, moquecas e xinxins.
Já as sementes, depois de moídas, são utilizadas nos temperos de biscoitos, pães, bolos e vários pratos salgados. É usado também na mortadela e picles.
No norte e nordeste do Brasil o coentro fresco é usado no tempero do feijão.

 




Direção e Editoria
Irene Serra