Ano 16 - Semana 834

 



 

         05 de abril, 2013
---

Safra do Mês de Abril



Prefira os alimentos da temporada e ganhe em qualidade, sabor e economia
 

Frutas da época:
abacate, abacaxi, acerola, ameixa estrangeira, banana-maçã e nanica, carambola, caqui, figo, goiaba, graviola, jaca, kiwi, laranja-pera e da bahia, lima da Pérsia, limão Taiti, maçã gala, mamão, maracujá, melancia, melão amarelo,  morango,  pera, pinha, goiaba, tangerina cravo e poncan, uva Itália e rubi.


Legumes e verduras da época:

abóbora, abobrinha, acelga, agrião, alface, alho-poró, batata-doce, berinjela, beterraba, brócolis, cará, catalonha, chuchu, couve-flor, espinafre, erva-doce, hortelã, inhame, jiló, mandioca, mandioquinha, mostarda, moyashi, milho verde, nabo, pepino, pimenta, pimentão, quiabo, repolho, rúcula, salsa.

Na hora de comprar legumes e verduras, atenção para os de tamanho demasiadamente pequeno: geralmente isso indica que ainda não atingiram seu ponto ideal de crescimento e, portanto, nem a intensidade do seu sabor.


Conselhos úteis para comprar e armazenar


Acelga:
Suas folhas podem substituir o espinafre, em relação aos quais apresentam a vantagem de poderem ser facilmente adquiridas durante todo o ano.

Banana-maçã:
Escolha a fruta firme, sem partes moles ou machucadas. A casca deve estar bem amarela, com pintinhas marrons pequenas (manchas grandes indicam que a fruta está passada). Compre a banana em penca, pois assim ela dura mais tempo.
Conserve a banana fora da geladeira  (o frio intenso escurece a casca e estraga a fruta), de preferência em local fresco e arejado.
E para que amadureça rapidamente, envolva a banana em jornal. O aumento da concentração do gás etileno – naturalmente produzido pelas frutas – acelera o processo.

Chuchu:
Selecione o de casca verde, de cor uniforme, firme, sem machucados ou espinhos. A casca amarelada e sem brilho indica que o legume já está passando do ponto.
Guarde-o embalado em saco plástico, na geladeira, por até uma semana.
O chuchu pode ser utilizado em preparações doces e salgadas. Por seu teor de água, é ideal para ser consumido nos dias de verão. Contém quantidades razoáveis de niavina que contribui para a saúde da pele, estimula o apetite e auxilia no crescimento. Apresenta, ainda, pequenas quantidades de cálcio e fósforo.
Cem gramas de chuchu fornecem 31 calorias.

Espinafre:
Escolha sempre os de folhas verdes e firmes. O espinafre fresco se caracteriza pelo ruído seco quando suas fibras são quebradas.

Jaca:
É uma fruta saborosa consumida ao natural ou no preparo de doces em calda, em massa, cristalizada ou geléia.
A semente desta fruta é rica em valores nutritivos, podendo ser consumida assada ou cozida, como substituta das castanhas, ou transformada em farinha para a confecção de purês, bolos, etc.
Sendo rica em carboidratos, é considerada fruta energética. Apresenta um alto teor de fibras, as quais são importantes para o funcionamento intestinal. É rica em vitaminas do complexo B, principalmente B2 e B5.
Cem gramas de jaca fornecem 61 calorias.

Maçã nacional:
Dê preferência à maçã firme e pesada. A casca deve estar lisa e ter a cor viva – quanto mais vermelha a casca, mais doce ela é. Não compre a fruta se tiver manchas ou machucados, pois nestas áreas podem se desenvolver micro-organismos prejudiciais à saúde.
Quando conservada em local fresco, como na parte de baixo da geladeira, dura até três semanas.

Melancia:
Esta fruta possui propriedades diuréticas. Na hora de comprar dê preferência àquelas mais firmes, lisas e limpas.

Melão:
Devem ser escolhidos os que tenham casca firme, coloração viva e livre de rachaduras. Quando comprimidos nas extremidades, o melão bom e maduro deve ceder à pressão dos dedos.

Moyashi:
É também conhecido como “broto de feijão”. Pode ser utilizado na cozinha em diversas preparações. Basta aferventar e poderá enriquecer saladas, refogados ou em molho, junto com carne moída ou desfiada.
É um alimento bastante nutritivo, pois contém sais minerais como cálcio, fósforo e ferro, além de vitaminas do Complexo B.
Cem gramas de moyashi fornecem 62 calorias.
Na hora de comprar, verifique se não está murcho ou amarelado, significando que já está ruim para o consumo.
Por ser um alimento delicado, deve ser consumido rapidamente e guardado sob refrigeração.

Nabo:
Escolha os de pele lisa, pesado, de aroma não muito intenso e de folhas rijas. As folhas do nabo também são comestíveis depois de cozidas.

Pepino:
Prefira os de cascas verde escura.

Pera:
A de boa qualidade deve apresentar-se firme, limpa, sem cortes, machucados ou picadas de insetos.
Apesar de ser uma fruta consumida praticamente só ao natural, ela é ótima para o preparo de tortas, compotas, geléias, mousses, cremes, etc.
Contém quantidades razoáveis de vitaminas B1, B2 e niacina, todas do complexo B, que regulam o sistema nervoso e o aparelho digestivo, além de fortificar o músculo cardíaco. São essenciais ao crescimento e evitam a queda dos cabelos e problemas de pele.
A pera é uma das frutas mais ricas em sais minerais.
Considerada uma boa fonte de fibra, quando consumida crua com casca auxilia no funcionamento intestinal.
Cem gramas de pera fornecem 56 calorias.
Escurece em contato com o ar. Controle esta reação pingando 1 ou 2 gotas de limão sobre a superfície cortada e guarde-a na geladeira.
Experimente preparar geléia utilizando as cascas desta fruta madura.

Repolho:
A cabeça deve ser firme, pesada e sem rachaduras. As folhas não devem apresentar manchas escuras nem perfurações. Se tiver folhas soltas, o repolho não está em perfeito estado de conservação.
Conserve o repolho em saco plástico, na gaveta da geladeira, por até dez dias. Mas se estiver parcialmente cortado, guarde-o na geladeira, embalado em papel-filme, e consuma-o em até dois dias. É que depois de cortado, ele perde rapidamente a vitamina C e outros nutrientes.


Vagem: para cozinhar a vagem, deve-se colocar água cobrindo o fundo da panela, porque que ela libera muita água enquanto cozinha.
 

Fonte: Secretaria de Agricultura e Abastecimento

 




Direção e Editoria
Irene Serra