Ano 9 - Semana 490
 

Receita:
Pasta de alho e cebola

 

O período de safra do alho  nacional é nos me-ses de setembro, outubro, dezembro e janeiro, quan-do são encontrados os melhores preços.
O período de safra do alho estrangeiro é de janeiro a junho.






 

 

  19 de agosto, 2006
---

Alho
(allium sativum)

alho, riototal

Esta planta herbácea, cujo bulbo é fortemente aromático, é um condimento conhecido universalmente.  

Trazido da Ásia Central pelos mongóis, o alho já era utilizado pelos egípcios, aparecendo, inclusive, em inscrições encontradas na pirâmide de Gisé. 

Os hebreus apreciavam-no de tal maneira que o trouxeram à Palestina.  Já os celtas não gostavam tanto deste tempero: chamavam os latinos de "comedores de alho". 

alho
O alho desenvolve-se, preferencialmente, em solos arenosos e ricos  em matérias orgânicas e não muito úmidos. A temperatura ideal é de 13º a 25º, e deve ser recolhido quando surgirem folhas amareladas e secas.

O período de safra do alho estrangeiro é de janeiro a junho. Já o alho nacional é encontrado a melhores preços nos meses de setembro, outubro, dezembro e janeiro.


NA CULINÁRIA:

Do alho, utiliza-se o bulbo, composto pelos "dentes". Retirando-se a pele, o dente é utilizado esmagado, picado, fatiado, grelhado, assado ou frito. Também é apreciado cru, por exemplo, nos molhos "alho e óleo". 

Deve-se ter o cuidado, ao fritar o alho, de não queimá-lo, pois isto causa um sabor ácido ao prato. 


DICAS: alho, riototal

 Para tornar o alho mais digestivo, retire o pequeno germe verde que existe em seu interior. 

Para ter um hálito fresco após comer um prato com muito alho, masque um pouco de salsa fresca, ou grãos de café, ou um pedacinho de casca de limão ou laranja. 

Deixe os dentes de alho de molho em água durante dez minutos antes de usar. As casquinhas se soltarão facilmente e você não ficará com cheiro de alho nas mãos. 

Para tirar o cheiro do alho das mãos, basta deixá-las por aproximadamente 1 minuto debaixo da água corrente, sem esfregá-las. Depois, seque delicadamente com um pano seco.

Ao fritar bife à milanesa, se você colocar um dente de alho, com casca, na frigideira, o cheiro de gordura será menor.

Exagerar no alho ao cozinhar tem solução: coloque na panela alguns talos de salsinha e leve novamente ao fogo, para que o gosto do alho seja absorvido.

Coloque os dentes de alho descascados dentro de um vidro com óleo de cozinha. Assim, eles não ficam ressecados e o óleo pode ser usado depois como molho para saladas.

Para evitar que o seu liquidificador fique com cheiro de alho e cebola, tire o excesso do tempero que fica no fundo e nas laterais do copo do liquidificador apenas com a água da torneira. Esquente mais ou menos 500ml de água (diminua a quantidade de água se o seu copo tiver capacidade menor a 1500ml senão, ao bater, o detergente espuma e vai transbordar, com certeza), mas não deixe ferver. Quando começar a formar bolinhas desligue o fogo, coloque a água no liquidificador com um pouco de detergente e bate por alguns segundos.deixe um pouco de molho e depois lave como de costume. Deixe destampado de um dia para o outro e pronto



USO NA MEDICINA:

O alho é indicado nas afecções catarrais agudas e crônicas, como expectorante nas bronquites que dificultam a respiração, tuberculose, pneumonia e asma. É excelente como antigripal e febrífugo.
Usa-se o alho ainda como hipotensor, em casos de pressão alta; e no tratamento das varizes. Ele combate as toxinas intestinais e expulsa os verme (lombriga, solitária e ameba). Para isso, use o alho em forma de chá, com leite, e tome 3 ou 4 vezes por dia.
É empregado também como desinfetante, anti-inflamatório, antibiótico, antisséptico, picadas de inseto, depurativo do sangue, diurético e emoliente. É usado ainda em casos de ácido úrico, cálculos, diabetes, enfermidades do fígado, dos rins e da bexiga, esgotamento, insônia, reumatismo e úlceras.
Externamente, usa-se o alho contra calos, verrugas, sarna e manchas da pele.
Não devem fazer uso do alho as pessoas com hipotensão arterial, pois este abaixa mais ainda a pressão. 
Em doses muito elevadas, o alho produz dor de cabeça, dor no estômago, nos rins, cólicas, vômitos, diarreia e tontura.
É contraindicado para gestantes, em doses altas ou cru, podendo provocar distúrbios e cólicas intestinais.

 

Preparo e dosagem:

Para gripe, resfriado, tosse e rouquidão: esmagar um ou dois dentes de alho dentro de um copo com água. Macerar. Tomar um copo três vezes ao dia 

Para problemas do aparelho respiratório (gripes, etc.): moer uma xícara (cafezinho) de alho dentro de um recipiente contendo 5 xícaras de álcool 92º GL, deixar em maceração por 10 dias, coar. Tomar 10 gotas em meio copo de água três vezes ao dia.

Para hipertensão: utilizar uma colher de chá da tintura em meio copo de água três vezes ao dia ou comer dois dentes de alho pela manhã. 

Vermífugo: comer três dentes de alho pela manhã em jejum durante sete dias. 

Dores de ouvido: amassar um dente de alho em uma colher de sobremesa de azeite morno. Pingar três gotas no ouvido e tampar com algodão. 

Arteriosclerose: comer na alimentação 3 dentes de alho cru picado, 3 vezes por semana, durante 3 meses. 

Toxicologia: contra indicado para pessoas com problemas estomacais e de úlceras, inconveniente para recém-nascidos, mães em amamentação e ainda em pessoas com dermatites. Em doses muito elevada, pode provocar dor de cabeça, de estômago, dos rins e até tonturas. 


Guardando alho:

O alho, assim como a cebola, fica mais bem guardado se pendurado. Se Se não estiver em réstia, coloque-o dentro de uma meia-calça. Dê um nó entre cada cabeça de alho, depois pendure em um lugar seco. 


Armazenando no óleo:

Para armazenar alho sem que ele fique ressecado, coloque os dentes em um pote e cubra-os com azeite ou óleo de cozinha. Refrigere o óleo por até duas semanas. 
O óleo, que fica com sabor de alho, poderá ser usado como molho para saladas. 

Em pasta, pode ser conservado por muito mais tempo.
 


RECEITA


 

Pasta de alho e cebola I

 

Ingredientes:
-
250 gramas de alho descascado 
- 100 gramas de cebola


Modo de preparar:
Esmague o alho bem, junto com a cebola, utilizando máquina de moer carne, o processador ou liquidificador. Coloque a pasta de alho em vidros lavados e enxutos. Tampe e coloque em lugar seco e arejado. É comum, nesta receita, a mistura ficar esverdeada, mas isso não quer dizer que ela estragou.

Podem ser acrescidos à pasta salsa e cebolinha. É conveniente colocar-se o sal na hora do uso, para não salgar a receita.   

 

Pasta de alho e cebola II

 

Ingredientes:
-
250 gramas de alho descascado 
- 100 gramas de cebola
- 1 ou 2 colheres (de sopa) de óleo


Modo de preparar:
Triture a cebola e o alho, junto com o óleo, formando uma pasta.
Coloque-a em vidros, tampe-os e coloque em lugar seco e arejado, ou na geladeira. 
Nesta receita, a mistura não fica esverdeada.

 

 




Direção e Editoria
Irene Serra