Ano 10 - Semana 517




 

     24 de fevereiro, 2007
---


 

Proteína de Soja ou de Leite?


sojaAo contrário do que se pensava, a proteína da soja também é eficaz na promoção da síntese proteica do músculo – processo de reposição da proteína perdida depois de exercícios de resistência.

Quem pratica atividade física precisa de uma dieta rica em proteínas. Elas são nutrientes que desempenham grande número de funções nas células: fazem parte da estrutura básica dos tecidos (músculos, tendões, pele, unhas, etc.); desempenham funções metabólicas e reguladoras (assimilação de nutrientes, transporte de oxigênio e de gorduras no sangue); e, portanto estão intimamente ligadas ao desempenho esportivo.

Diante deste contexto, um estudo inédito, publicado na edição de Fevereiro de 2007 do Journal of Nutrition concluiu que a proteína da soja e a proteína do soro do leite são igualmente benéficas em promover a produção da síntese da proteína do músculo (reposição da proteína perdida durante a atividade física), derrubando o falso mito de que os atletas deveriam evitar soja.

Durante o estudo, pesquisadores da Universidade de Medicina da cidade americana de Evansville, Estado de Indiana, compararam a resposta antecipada da síntese da proteína do músculo esquelético e a tradução inicial diante a digestão de diferentes fontes de proteína depois de exercícios de resistência em ratos. Os animais foram submetidos a 120 minutos de treadmill (atividade física) e depois foram alimentados com três tipos de refeições:
somente com carboidrato;
carboidrato e proteína do leite;
ou carboidrato e proteína de soja.

Uma hora depois, os pesquisadores mediram o grau de síntese de proteína do músculo em cada rato e compararam os resultados com um grupo controle. Descobriu-se então, que proteína de soja e a de leite são igualmente efetivas em promover síntese de proteína do músculo esquelético em ratos. Uma síntese inferior destacada foi associada com a refeição somente de carboidrato.

Engano

Muitas pessoas que praticam exercícios evitam proteína de soja apesar da associação com inúmeros benefícios à saúde, incluindo baixo colesterol e uma redução do risco de alguns tipos de câncer. O motivo é percepção comum, não comprovada, de que a soja é inferior à proteína de leite em promover ganho ou recuperação de músculo.

“Em resumo, nosso estudo sugere que tanto a proteína de soja quanto a de leite são fontes úteis de proteína para suporte ao músculo seguido de exercícios aeróbicos”, afirmaram os pesquisadores.

Estes resultados mostram uma crescente gama de evidências sugerindo que a proteína de soja é tão efetiva, e algumas vezes mais eficaz, do que proteína de leite em relação a habilidade em promover ganho de massa muscular magra e facilidade em recuperar o músculo depois do exercício.

“Na verdade, as proteínas de soja e do leite se complementam quando usadas em um programa de exercícios”, disse Greg Paul, Ph.D, nutricionista e diretor global de Nutrição da The Solae Company.

“Proteína do leite tem elevada taxa de aminoácidos de cadeia ramificada (conhecidos como BCAA (de branched chain amino acids) compreendem três aminoácidos essenciais: leucina, isoleucina e valina, encontrados em fontes protéicas de origem animal. Esses aminoácidos atuam como importante fonte energética para o músculo esquelético, durante períodos de estresse metabólico), enquanto a proteína de soja, tem também quantidades elevadas dos aminoácidos arginina e glutamina (que são condicionalmente essenciais durante o treinamento, e ambos realçam o sistema imune). Além disso, o arginina promove a atividade anabólica (de construção) que resulta na formação do músculo enquanto o glutamina protege o acúmulo do ácido lático para reduzir a fadiga”, afirma Paul.

O doutor Greg Paul também imagina que os atletas que incorporarem tanto a proteína de soja quanto a do leite nos programas nutricionais podem se beneficiar das taxas diferentes de digestão e absorção dos aminoácidos. Juntas, elas podem prover uma liberação mais prolongada de aminoácidos para grupos chaves de músculos.

 




Direção e Editoria - Irene Serra
Webdesigner - Luiz Carlos Guedes