no 13 - Semana 683

 




 

     08 de maio, 2010
---

Como driblar a fome no inverno



Fondue de queijoO inverno pode parecer lindo, aconchegante, charmoso, mas também alguns perigos parecem estar presentes: os alimentos altamente calóricos consumidos com a “desculpa” que nos ajudam a aquecer: fondues de queijo, chocolate, bolos, molhos à base de cremes, bebidas alcoólicas ou mais cremosas, massas com queijos fumegantes.... Estes todos somados à preguiça de fazer atividade física, causada pelo excesso de calorias consumidas à base de gorduras e carboidratos.

O inverno aumenta nosso apetite, mas sabe-se que o gasto energético nessa época do ano também é maior porque o organismo se esforça mais para manter a temperatura corporal normal. Este esforço a mais do organismo não chega a 10% do gasto diário de calorias para ativar mais o metabolismo a ponto de equilibrar a temperatura corporal. Assim, o inverno não é desculpa para exagerar nos doces, queijos, massas nem para aposentar a salada. E, para isso não acontecer, é importante não abandonar os legumes nesta época, pois há formas deliciosas de consumi-los como em forma de omelete: é rápido, nutritivo e versátil! Pode ser feito com diversos vegetais e até como opção de recheio de um sanduíche.

Paralelamente nesta época ocorre uma diminuição na produção de serotonina, um neurotransmissor que promove a sensação de bem-estar, que no inverno, diminui. E, para suprir esta sensação de tristeza, depressão e desânimo a maioria acaba compensando com os alimentos. Desta forma, é essencial entender este aspecto para conseguir trocar aquele doce e espesso chocolate quente pelo conforto de um mesmo achocolatado, porém com menos calorias ou até mesmo com um chá quente. Inclusive uma dica para não descartar esta bebida aconchegante é só misturar o leite de soja em pó light, o chocolate em pó, adoçante em pó. Pronto!
Não é só importante mencionar as calorias a mais ingeridas no inverno, mas se estes excessos perdurarem pode ocasionar o aumento de gordura corporal, alterações nos níveis de colesterol, triglicérides, glicemia e inclusive elevação da pressão arterial, representando assim maiores riscos de problemas cardiovasculares.

Assim, durante o inverno vale a pena repensar que os exageros alimentares, a preguiça da atividade física e a tristeza no frio podem ser perigosos não só na estética, mas na saúde.


Dicas Saudáveis

Consumê Os consumes de legumes são opções que podem, além de compor um jantar, serem consumidos no lanche da tarde para aqueles que preferem algo mais salgado. É só acondicionar num recipiente hermeticamente fechado e esquentar no microondas! Esquenta o corpo e dá saciedade...

 Ovo “mole”, um alimento saudável que pode aquecer seu estômago além de ser fonte de proteínas e aminoácidos essenciais ao organismo. E ainda, fica pronto em minutos!

 Uma sobremesa tradicional que lembra a vovó, mas que pode espantar o friozinho é o velho e conhecido Mingau de Aveia. Adicionando à uma tigela a aveia em flocos, o leite de soja light, o adoçante em pó, é só misturar e aquecer por uns instantes. Ao final salpique a canela em pó. O leite com a aveia proporciona mais saciedade e a canela ajuda ainda na termogênese.
 


Receita

Sopa Creme de Soja e Frango
 


Dra. Roseli Rossi – Nutricionista Especialista em Nutrição Clínica (CRN 2084)
Clínica Equilibrio Nutricional


 




Direção e Editoria - Irene Serra