Ano 13 - Semana 673

 




 

  27 de fevereiro, 2010
---

Pasta de Amendoim

Fonte econômica de proteína,
 é ideal para ser consumida em situações emergenciais
 

Cremosa e saborosa, a pasta de amendoim é um dos diversos derivados da oleaginosa, e possui características peculiares para seu consumo. Apesar de pouco comercializada no Brasil, é muito comum vê-la em filmes e seriados norte-americanos e também em gôndolas de supermercados no Paraguai. Encontrada em potes grandes ou médios, é constantemente consumida com pão ou torrada.

O alto valor energético e nutricional é ideal para a utilização em situações emergenciais. No Haiti, por exemplo, a ONU divulgou priorizada a distribuição de alimentos prontos para o consumo e de alto valor nutritivo, como bolachas energéticas e creme de amendoim, principalmente para as crianças. Isso porque a pasta é um alimento bastante indicado para o tratamento de casos severos de desnutrição, como já ocorreu na África em outras situações, devido à alta quantidade e concentração de proteínas, vitaminas lipossolúveis, lipídeos e minerais.

Contudo, fora de situações emergenciais, é preciso consumi-la com moderação. De acordo com Cristiane Bosio, nutricionista e Mestre em Promoção de Saúde e especialista em Alimentos Funcionais, a pasta de amendoim é uma opção alimentar altamente energética, portanto, recomendada para o consumo em pequenas quantidades. “É ideal para se comer durante um chá da tarde ou em um café da manhã diferente na semana, mas sempre tomando cuidado. Principalmente os indivíduos que estão acima do peso”, explica a nutricionista.

Para os vegetarianos é uma boa opção para repor os nutrientes protéicos presentes na carne. O alimento é ainda ingrediente que pode compor diversas receitas, como tortilhas, molho, vitaminas, bolos e sanduíches. Se utilizada com cuidado, a pasta de amendoim é uma opção que pode variar o cardápio e, sem a presença de aditivos químicos como os conservantes, fazer bem à saúde.

 

Receita da Pasta de Amendoim

 

 




Direção e Editoria - Irene Serra