PERSONALIDADES

          

Leon Frejda Szklarowsky
        

       
CARTA A UM RABINO E MESTRE DE BRASÍLIA

         

Meu caríssimo amigo e mestre,
Rabino José BEIT CHABAD DE BRASÍLIA
     

Eis, meu bom amigo, neste fim de século e início de um novo milênio, que poderia ser o início da idade de ouro espiritual, falta, todavia, muito para a realização deste grande sonho, muito há que se fazer, para que o homem perceba que é melhor amar do que odiar, viver do que matar, criar do que destruir, pensar do que ruminar, caminhando para a bem-aventurança, ao invés da destruição.

Ao fitar o céu pontilhado de estrelas, o azul doirado, com o sol brilhando sobre tudo e sobre todos, esparramando seu calor, fonte da vida e da vida e da criação, que D’eus fez; o negror do céu, iluminado pela luz selênica, que desmancha o torpor e derrama sobre o ser humano a tranqüilidade, deveria este abençoar a glória de participar do Universo.

Por isso, meu caro e bom amigo, a responsabilidade de mestre e rabino é muito grande e, quando ele consegue comunicar a mensagem, é sinal de que está atingindo o objetivo, porque ninguém é vazio bastante que não tenha o que dizer. Todos os seres têm dentro de si algo importante para transmitir.

Isto porque cada época há de legar ao homem os sinais do passado, que marcarão para sempre sua vida e servir-lhe-ão de guia na escuridão das angústias e na cruzada do provir: as gerações sucedendo-se e alimentando-se uma às outras.

E você, sem dúvida, demonstrou que é uma fonte perene de ensinamentos, com muito para partilhar! E, para ofertar, porque está próximo do salmo de David, quando disse:

Não tenho medo de milhares do povo que tomam posição contra mim de todos os lados" (Salmos, Livro 1, 3.6 ).

"Pois o necessitado não será para sempre esquecido, e a esperança dos aflitos não se há de frustar perpetuamente" ( Salmos, Livro 1, 9, 18).

Você está prestes a celebrar o BARMITZVÁ de sua chegada feliz e agora triunfal, com sua Rachel, com uma missão a cumprir e, sem dúvida, está conseguindo desbastar a pedra bruta.

Por isso, meu caro e bom amigo, escreva as perachot semanais e seus pensamentos, testemunhos vivos de uma década de luta, ardor, trabalho, esforço e triunfo, e transmita-os a toda a comunidade e presenteie-a com a pérola de suas lições, como fonte de perseverança e exemplo de vida.

SCHALOM!


Leon Frejda Szklarowsky:.
Brasília, 8 de maio de 1999


Leon Frejda Szklarowsky é advogado,
juiz arbitral da Câmara de Arbitragem da Ass. Com. do DF
e da American Arbitration Association, NY - USA
e vice-presidente da Associação Cultural Israelita de Brasília

 

Editoração e Coordenação:
IRENE SERRA
irene@riototal.com.br

Revista Rio Total