Clique na imagem e venha nos
visitar no Facebook.

Rio de Janeiro, 15 de outubro, 2017 - Edição nº 1.049


   Colunistas  

Eduardo Fares
VIAGEM IMAGINÁRIA A UMA TRIBO INDÍGENA
Depois de quase uma vida inteira acalentando este sonho, estava próximo de vê-lo realizado. O difícil era conter a ansiedade. O veículo transitava com cuidado na estrada empoeirada e repleta de buracos. O motorista avisou que em trinta minutos, no máximo, estaríamos adentrando na aldeia.

Francisco Simões
AMAR PELOS DOIS
O título acima é exatamente o nome da linda canção que neste ano de 2017 venceu o concurso anual da Eurovisão da canção na Europa. Foi a primeira vez que Portugal alcançou este posto derrotando todos os concorrentes europeus com a canção composta por Luiza Sobral, irmã do intérprete.

Pedro Franco Diniz
ANGENOR DE OLIVEIRA

Muito poeta, acadêmico, ou imortal, devia tirar a cartola para Angenor de Oliveira. Poeta de poucos estudos formais, vida complicada e até expulso de casa pelo pai aos dezessete anos, face à sua boemia, vivia poesia. E sendo alguém e é, tem seu folclore e vou de fatos e lendas, para trazê-los à crônica.

Enéas Athanázio
UMA HISTÓRIA DE ÓDIO E RESISTÊNCIA

Maura Palumbo, advogada e empresária paulista, vem se dedicando há muitos anos ao estudo da II Guerra Mundial e ao holocausto provocado pela chamada solução final do problema judaico. Tornou-se uma expert no intrincado assunto e agora vem colocando em livros os resultados dessas intensas pesquisas.

Frei Betto
TORNAR VISÍVEIS OS INVISÍVEIS
Os povos indígenas, habitantes originários da Terra brasilis, são os grandes personagens invisíveis da história de nosso país. Ontem, escravizados pelos colonizadores, foram exterminados por desbravadores de nossas selvas. Hoje, ameaçados de extinção, têm as suas terras invadidas por predadores do meio ambiente e são...

Jorge Elias Neto
A DITADURA DA VISÃO
Surpreender com uma imagem, tocar o nicho cada vez mais distante e insensível da indignação, esse é o propósito insigne dos articuladores e dos carentes de lucidez. A imagem articulada como arma, munida de mira telescópica e dotada de todos os requintes perversos e astutos disponíveis com o avançar da tecnologia.

Luiz Carlos Amorim
DIA DO OPERÁRIO DA PALAVRA
O escritor é um trabalhdor solitário, na construção de sua obra. É? Escrever é, realmente, um trabalho solitário, pois a nossa obra tem de ser construída por nós, sem a interferência de ninguém. Mas a literatura nos dá oportunidade de conhecer almas afins, aquelas que ...

W.J.Solha
OS LIVROS DE ARTE
Aí, entre tantas obras famosas de museus de todo o mundo, eis que me deparo com a informação que este Autorretrato do Artista com a Barba Nascente, de Rembrandt (autoria negada, décadas depois), pertencia ao Museu de Arte de São Paulo, a cem quilômetros...

Carlos Trigueiro
CONSULTÓRIO PARA PRÉ-ADOLESCENTES
MÃE CEARENSE (preocupada): Doutor, desde que arribei do Ceará, e vim morar aqui no Rio de Janeiro, costumo trazer todo ano meu menino pro senhor fazer os exames de rotina e ver se falta qualquer vacina, remédio pra crescer, ou se ele precisa tomar vitamina.

Sheila Sacks
PERSEGUIÇÃO À FÉ BAHÁ'Í NO IRÃ
Em maio deste ano foi lançada uma campanha global para a libertação imediata de sete líderes da Fé Bahá’í, presos há nove anos no Irã, acusados de serem inimigos do Islã. O chamamento intitulado “Outro Ano, Não” pretende pressionar o governo de Teerã a...

 

Opinião Acadêmica

Sandra Beck da Silva Etges

procuradapoesia@escuta.deixeissofalar.com.ics*
Inspirados em “Procura da Poesia” de Carlos Drummond de Andrade, poesia que faz parte de seu livro: A Rosa do Povo, publicado em 1945, “tempo de homens partidos”, onde o autor explicita o quanto é necessário paciência, tolerância e silêncio diante da angústia, afeto que caracteriza-se para Lacan por não mentir e, por isso, possibilita ao sujeito o movimento de lançar-se no campo da fala e da linguagem, numa tentativa de sair do desamparo provocado pela castração, que sempre nos remete ao não  haver saber possível sobre o gozo, ou a haver saber que não se sabe, pretendemos desenvolver algumas breves reflexões sobre a ética e o ato do analista na clínica do Lacan do campo do gozo contracenando-os com o sujeito no contemporâneo.




Arquivo dos Colunistas

Affonso Romano de Sant'Anna
Airo Zamoner
Ângela Maieski
Alberto Cohen
Antonio Carlos Fester
Antonio Prata
Antonio Nahud
Antonio Sergio Mendonça
Arlete Moreira dos Reis
Artur da Távola (i.m.)
Braz Chediak
Bruno Kampel
Carlos Trigueiro
Chico Alencar
Cissa de Oliveira
Eduardo Fares

Enéas Athanázio
Flávio Barreto
Francisco Simões
Frei Betto
Giselle Serra
Helga Szmuk (i.m.)
Irene V.M. Serra
Isabel Vasconcellos
Jacqueline Bulos
Jorge Elias Neto
Lílian Maial
Luiz Carlos Amorim
Luiz Carlos G. Guedes
Marciano Vasques (i.m.)
Marcos Antonio de Azevedo
Maria de Fátima B. Michels

Milton Ximenes Lima
Norma Bruno
Odete Ronchi Baltazar
Pedro Franco
Renzo Sansoni
Ricardo Kotcho
Roberto Vieira Machado
Rosa Pena
Rui Martins
Sarita Barros
Sheila Sacks
Sonia Alcalde
Ulisses Tavares
Viegas Fernandes da Costa
W. J. Solha


Arquivos Especiais

Breviário dos políticos
Contos Brasileiros

Contos Franceses
Crônicas de Sempre

Entrevistas
Expressão Poética
Guardiões do Saber -  Jung
Guardiões do Saber -  Lacan

Imortais
Memória do Esporte
Opinião Acadêmica
Repórter