09/08/2013
Ano 16 - Número 852


 

ARQUIVO
ANA LUIZA LIBÂNIO




 

Seja um
"Amigo da Cultura"


 

  Follow RevistaRIOTOTAL on Twitter

Ana Luiza Libânio



A pasta secreta do Facebook:
nosso péssimo hábito de leitura

Ana Luiza - CooJornal

A semana começou com uma notícia bombástica: Facebook tem uma pasta secreta e você, provavelmente, tem algumas dezenas, quiçá centenas, de mensagens não lidas. Talvez lá estejam negócios perdidos, encontros que viraram desencontros, ou namoros que não vingaram. Tudo na pasta secreta do Facebook.

Eu tinha algumas dezenas — poucas, aparentemente não sou tão popular assim — mas isso não me surpreendeu. O site muda a interface como o Sr. Zuckerberg provavelmente muda de roupa. Mas uma coisa temos que admitir: Ele sempre nos informa das mudanças. O problema é que nunca lemos os pequenos anúncios “pop-up” — aqueles que pulam quando abrimos a página.

Da mesma forma, deixamos de ler contratos. Quem aí já leu, na íntegra, o contrato da TV a cabo, do telefone celular, ou da escola do filho?

Mais longe ainda de nossos olhos leitores estão os manuais. Quando você comprou sua TV leu o manual? Tão raro é esse hábito, as empresas pararam de imprimi-los.
Pergunto-me: Por que não lemos?

A primeira hipótese que me ocorre é o fato de pensarmos que já sabemos o que estará ali escrito. Vejamos: compramos uma TV nova, já tivemos várias. Quão diferente pode ser o liga/desliga do mais moderno aparelho?

Outra hipótese é a ansiedade: Compramos um computador novo, é o mais moderno, é lindo! Queremos mais é ligar, baixar músicas, conectar nas redes sociais. Ler manual pra quê?

Uma terceira hipótese é a falta de tempo: compramos uma máquina de lavar louças, a pia está cheia de pratos sujos há uma semana, preciso sair para comprar os ingredientes para o jantar. O que pode ser mais simples que ligar a mangueira na torneira e colocar sabão no buraco onde está escrito “soap”?

A quarta hipótese que me ocorre é falta mesmo de querer ler, aliada à preguiça, que acompanha o receio de nada compreender. Suponho que aqui se encaixam os contratos.

Melhor parar agora com este texto. Se você tem preguiça de ler seus contratos, seus manuais, seus bilhetes, pode ser que já tenha desistido desta crônica!

Mas se ainda não, antes de desistir, vai aí mais uma ideia:
Que tal eu escrever sobre “Os manuais de TV e seus leitores”, ou algo parecido? Será que alguém vai ler?

Ah! Desculpem prolongar o sofrimento, mas ainda há um detalhe. A tal pasta do Facebook não é secreta, está lá desde novembro de 2010, em mensagens, no canto superior esquerdo, ao lado de “Inbox”, com o nome “Outras”, ou “Others”, e tem a intenção de filtrar mensagens de pessoas que não estão entre seus contatos. E se lhe ocorre perguntar: Eu também não a conhecia.

Em minha pesquisa, encontrei artigos escritos nos EUA, datados de dezembro de 2011, sobre o esconde-esconde de mensagens facebookianas. Será que o atraso em descobrir essa “novidade” diz alguma coisa sobre nosso hábito de leitura? Certamente diz da circulação de informação (ainda que inútil, “pero no mucho”) no mundo dito globalizado, além de revelar que não somos os únicos a não ler o que pula a nossa frente — a novidade chegou para eles com um ano de atraso.


(09 de agosto/2013)
CooJornal nº 852



Ana Luiza Libânio é escritora e tradutora
MG
analuizalibanio@gmail.com
www.analuizadantas.com
www.facebook.com/AnaLuizaLibanioDantas
Conheça um pouco mais de Ana Luiza Libânio

Direitos Reservados