02/09/2006
Ano 10 - Número 492

ARQUIVO
ARLETE REIS

 
Arlete Moreira Reis



A FAMÍLIA E SEUS VALORES

 

Os filhos criados, formados e casados. Esta é a grande alegria de todos os pais. Ter encaminhado os filhos na vida, vendo-os segui-la normalmente, enfrentando os desafios com muito trabalho e honradez. Estes valores dão dignidade a todo ser humano. Infelizmente, no nosso País, temos maus exemplos vindos de parte dos nossos políticos e autoridades que levam vantagem em tudo e se locupletam dos cargos para enriquecer ilicitamente.

Acho muito importante os valores morais e éticos que os pais devem passar aos seus filhos. É nesse espaço que se inicia o embrião da dignidade, com palavras de apoio, de censura e também de bons exemplos. Para criá-los saudáveis, não é só dar alimentos de qualidade, mas, principalmente, é ter a presença dos pais interagindo nas suas brincadeiras, nos deveres da escola, na hora do lazer, conhecendo seus amigos, sendo participativo na vida dos filhos. Com essa vivência, mesmo que os filhos encontrem coleguinhas que os levem a terreno minado, não aceitarão certos comportamentos. No inconsciente deles estarão enraizados os valores éticos e morais que lhes passamos, fazendo-os lembrar-se deles e retroceder a algo que não os conduzirá a bons caminhos.

Me orgulho de meus filhos, Marcello e Márcia, dois exemplos de dignidade, de trabalho, de comportamento social respeitoso com os demais e também com seus pais. Isto me deixa feliz porque tenho certeza que passarão para meus netos os mesmos princípios de educação, respeito e sociabilidade que lhes dei.

Caroline, a única neta, dividirá seu trono com Luise que chegará no próximo mês. A vovó está muito feliz pela vinda de um novo membro da família Reis. Márcia, minha filha, já está contando os dias, vai carregando a pesada barriga até o trabalho e deseja fazer como a mãe, trabalhar até o mais próximo da data do nascimento para ficar mais tempo com o bebê e amamentar Luise com calma.

Já sonho em construir uma casa de bonecas para as duas brincarem. Será maravilhoso vê-las com suas bonecas, pedindo a vovó para fazer roupinhas e preparar nas panelas de brinquedo, a comida com as sementes das plantas do jardim.

Peço a Deus a união da família e que Marcello e Márcia possam transmitir as suas filhas muito amor, carinho, ensinando-as a respeitar e amá-los, dando-lhes bons exemplos de bondade, amizade, humildade e respeito para que tenham uma vida de trabalho, honradez e dignidade, como a de seus pais e avós. 

 

(02 de setembro/2006)
CooJornal no 492


Arlete Moreira dos Reis
advogada, escritora e poetisa 
arletemr@ig.com.br
 

http://www.riototal.com.br/escritores-poetas/expoentes-020.htm