01/09/2014
Ano 18 - Número 905



ARLETE REIS
ARQUIVO



Amigos da Cultura


 

 

Arlete Moreira dos Reis


CARTA A JOÃO UBALDO RIBEIRO

Arlete Reis - Colunista, CooJornal

Ilustre escritor,

O Domingo está triste, a natureza chora a sua partida. O vazio deste instante, em que sentada no sofá, abrindo o Jornal e não encontrando sua crônica, é muito grande. Tínhamos um encontro marcado todos os domingos. O maridão Sergipano, companheiro de 52 anos de estrada, gostava que eu as lesse em voz alta, e juntos, nos deliciávamos com o jeito alegre, inteligente e humorado do querido escritor. Ler o Jornal e não encontrar as crônicas do Ubaldo é como olhar o mar e não se emocionar com a sua grandeza.

Há alguns anos, li no Caderno Opinião do dia 28 de abril, sua crônica intitulada AMADA SOGRINHA, e, não pude deixar de respondê-la, mas, por falta de tempo, não a enviei, no que me arrependo, mas, a publiquei no Livro “AINDA EMOÇÕES” lançado na XIV Bienal do Livro em 2009, pela Oficina Editores, um livro de Poemas e Crônicas.

Passei a semana procurando seus livros, O Sargento Getúlio e Viva o Povo Brasileiro, não os encontrei, deixei encomendado na livraria, já que emprestei e não os recebi de volta. Papai sempre dizia: livros e relógio, não se empresta, mas, filhos nunca levam a sério os conselhos dos pais.

Tenho aí no Céu um grande amigo, o poeta Francisco Igreja, você gostará de conhecer os poemas dele e, certamente, se tornarão bons amigos,. Imagino como será divertido o encontro João Ubaldo, Ariano Suassuna, Igreja, Rubens Alves e Ivan Junqueira. O Céu estará mais alegre, e a partir deste dia, os anjos estarão sempre ao lado dos novos moradores para usufruírem da convivência dessa turma de inteligentes e sensíveis escritores e poetas.
 


(01 de setembro/2014)
CooJornal nº 905


Arlete Moreira dos Reis
advogada, escritora e poetisa 
arletemoreiradosreis6@gmail.com
http://www.riototal.com.br/escritores-poetas/expoentes-020.htm


Direitos Reservados