07/10/2006
Ano 10 - Número 497

ARQUIVO
ARTUR DA TÁVOLA

 

Artur da Távola



ORAÇÃO PELO BRASIL EM TEMPOS DE ELEIÇÃO

Contemplo-Vos na cruz, Senhor Jesus! E, só por ser capaz, a cada dia, de avaliar cada vez melhor Vosso sofrimento, asseguro-me da certeza de que compreendereis o meu, na busca de uma honrada saída para os dramas contemporâneos vividos pelo Brasil.

Quero um tempo de igualdade de oportunidades e de liberdade. Mas, se aceito a igualdade absoluta, serei injusto com os mais capazes e ajudarei a criar um mundo de progresso, mas desumano. Se aceito todas as correntes, apoiarei uma forma de anarquia. Se apóio a anarquia, fomento a desordem que gerará alguma forma de ditadura. Se nego a liberdade, nego o ser humano. Se nego o ser humano, nego a mim mesmo.

Se Vos contemplo, Senhor, apenas como o Filho de Deus, cujo sacrifício serviu para redimir o homem, deixo de ver a dimensão política da Vossa luta contra o império que se sentiu ameaçado, apesar de a Vossa revolução ser de paz, amor e perdão. Se vos contemplo, Senhor, na cruz, apenas como um líder político, abandono Vossa dimensão transcendente. E é através do Vosso sacrifício, da eternidade da Vossa pregação, que o homem pode estabelecer uma ponte de crença e convicção na Verdade e na realidade da Transcendência. Se Vos tenho apenas como homem e posso então ousar seguir-Vos, perco a dimensão transcendente, a única que acalma e pacifica o homem, diante do seu nada...

Dai-me, Senhor, a exata medida das coisas, para que eu esteja sempre próximo aos fracos e oprimidos, empenhando-me pela liberdade do homem. E que eu saiba sempre distinguir quando a liberdade estiver ameaçada. Fazei com que eu consiga o milagre de compatibilizar justiça com eficácia, liberdade com ordem, harmonia social com democracia, energia com perdão, decisão com reflexão. Dai-me, Senhor, a exata medida das coisas!



(07 de outubro/2006
CooJornal no 497


Artur da Távola
escritor, poeta, radialista
RJ
www.arturdatavola.com