31/03/2007
Ano 10 - Número 522

ARQUIVO
ARTUR DA TÁVOLA

 

Casa de Cultura Artur da Távola - Portal e Web Radio, 24 horas no ar.
email: turda@globo.com

Programa "Mestres da Música" Domingo às 12h na Rádio Roquette Pinto, 94,1 FM.

Programa  Esta Bossa Sempre Nossa
Domingo das 9h às 10h na Rádio Roquette Pinto, 94,1 FM.

Assista "Quem Tem Medo da Música Clássica?", pela TV Senado
- Sexta-feira, às 24 h.
- Sáb, às 10, 18 e 24 h.
- Dom, às 10, 18 e 24 h.

"Repertório" pela TV Cultura, de São Paulo
- segundas, quarta e sextas-feiras depois da meia noite, perto da uma da manhã.
 

 

 

Artur da Távola



A IMPORTÂNCIA DO VALE DO PARAÍBA

 

Um monge meu amigo, eminente professor e, na fé, um pensador de alta sutileza e erudição, vive o conflito entre o que sabe, estudou, intui em suas vivências particulares, e entre o sacrifício de dar aulas para alunos que chegam à sua classe despreparados ou desinteressados ou então intoxicados por uma cultura superficial que lhes é imposta pela mídia, sem que percebam.

Tudo isso acaba por provocar nos alunos e alunas um desamor ao livro, ao pensamento, à reflexão. O sábio monge estende a sua experiência pessoal para todo o País e deplora profundamente as deficiências de nosso sistema educativo, que todos os governos se esforçam por diminuir e não conseguem. No fundo, no fundo, concluo eu, não conseguem, porque realmente os gastos estatais com a formação de quadros competentes para o futuro (educação) são substituídos com o que se gasta na prioridade dada às questões econômicas.

Pois esse monge me relatou uma história que repasso a vocês, ligada, segundo consta, a um colégio do Rio de Janeiro, na prova final do terceiro ano.
O professor solicitou uma redação com a seguinte proposta:

"Faça uma análise sobre a importância do Vale do Paraíba"

Resposta de um aluno:

"O Vale do Paraíba é de suma importância, pois, não podemos discriminar esses importantes cidadãos. Já que existem o Vale-Transporte e o Vale do Idoso, por que não existir também o Vale do Paraíba?
Além disso sabemos que os Paraíbas, de um modo geral, trabalham em obras ou
portarias de edifícios e ganham pouco. Então, o dinheiro que entra no meio do mês (que é o Vale), é muito importante para ele equilibrar sua economia familiar."




(31 de março/2007)
CooJornal no 522


Artur da Távola
escritor, poeta, radialista
RJ
www.arturdatavola.com