01/04/2020
Ano 23 - Número 1.167



 

ARQUIVO
BHUVI LIBÂNIO




 

Seja um
"Amigo da Cultura"


 

Venha nos
visitar no Facebook



Bhuvi Libânio



Uma carta


Bhuvi Libanio - CooJornal


Amada Existência,

Nós nos comunicamos em um espaço além da linguagem. Fecho os olhos e me afasto para escrever-lhe esta carta.

Queimo incenso, a fragrância escreve uma mensagem a partir do meu coração, nos círculos, na fumaça que se movimenta enquanto recito versos que me levam até você.

Nem tudo o que vemos está perto de nós. Você, eu toco com a alma. Nós.

À noite, fecho os olhos e desperto para a realidade onde você está. De manhã, abro os olhos e adormeço. Meu exercício é parmanecer alerta; é me conectar como faço com todos os seres com os quais me encontro à luz da lua, das estrelas, ao acordar.

Rumi disse que tudo o que nasce na primavera morre no outono, exceto o Amor, porque ele não é sazonal. Quando fecho os olhos, tudo é primavera.

Camões era um buscador. Será que encontrou este Amor? Deixou-se realmente queimar pela chama que arde sem ser vista? Transformou-se em fragrância?

Queimo incenso e escrevo, em círculos e fragrância, a minha existência a partir de Você.

Quantas vezes ao longo da vida morremos? Ontem morri mais uma vez. Você estava lá. Quando abri os olhos, veio comigo. Eu me derreti naquele momento, em paz. A lágrima que escorre é como rio; em êxtase encontro o oceano.

Nem tudo que não conseguimos ver está longe de nós. Você, eu sinto com um sentido, só.

É dia. Escrevo esta carta para despertar. Quando a lua subir, ainda que não esteja visível, saberei que está lá, refletindo luz; então, com o olho da alma enxergarei tudo que não há — esse grande vazio, silencioso que somos Nós.

Grata por Você,

Grata por Nós,

Em Amor,
Bhuvi.


____________________________________________

Comentários sobre este artigo podem ser  encaminhados à autora no email bhuvi.libanio@gmail.com


Bhuvi Libanio é autora do blog The Book of Bhuvi
www.analuizalibanio.com


Direitos Reservados

É proibida a reprodução deste artigo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do autor.