16/03/2020
Ano 23 - Número 1.165





ARQUIVO
BRAZ CHEDIAK 



 

Venha nos
visitar no Facebook



 

Braz Chediak


UM CANTO DE LOUVOR




Ontem, ao ler o artigo de Domenico de Masi sobre o coronavírus, me comovi com a atitude dos Artistas italianos que, unidos, espalharam suas Artes pelas janelas, sacadas, coberturas dos prédios das vilas, das cidades...

Dentro da tristeza, fizeram brotar a beleza da solidariedade.

Poetas recitavam seus poemas, cantores cantavam suas músicas, artistas faziam performances para que o povo esquecesse, pelo menos por instantes, seus medos, suas angústias e fizesse coro louvando à sua terra, berço de cultura, de Artes, de alegrias.

Mais tarde, luzes apagadas, tentando dormir, vi a querida Itália se iluminando, ouvi o eco da grandeza humana percorrendo as ruas e praças solitárias, entrando pelas janelas, pelas frestas e penetrando na alma daqueles que, tenho certeza, se fortaleciam com a generosidade dessa beleza espalhada gratuitamente, apenas sendo compensada pelo amor que os Artistas, todos os Artistas, sentem pela vida, mesmo quando ela está confinada entre paredes.

E, sozinho, no silêncio da noite, senti vontade de ligar para todas as minhas amigas, todos os meus amigos, até mesmo aos que só conheço pelo Facebook, e dizer a elas, a eles, como me sinto feliz, como me sinto bem em tê-los comigo, em vê-los se conectando com todos nós que precisamos de um afeto, de um abraço, de ouvir uma voz, mesmo que de longe, nos trazendo a beleza que pode ser a vida.

AINDA HÁ SALVAÇÃO!



- Comentários sobre o texto  podem ser enviados, diretamente, ao autor:  brazchediak@gmail.com


Braz Chediak,
cineasta e escritor
Três Corações, MG


Direitos Reservados
É proibida a reprodução deste artigo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do autor.