15/06/2017
Ano 20 - Número 1.033





ARQUIVO
EDUARDO FARES
 

Venha nos
visitar no Facebook

 

 

Eduardo Fares




HOMENAGEM A BARUCH


 


(Baruch Spinoza – Pensador racionalista nascido em 1632 na Holanda)



Ao acordar, pela manhã, não importa o pesadelo da noite, sorria. Espreguice e sorria. Sorria para o sol, para a chuva ou para as nuvens, não importa. Apenas sorria.

Tenha sempre a perspectiva do dia maravilhoso, independente das mazelas, dos ocasos e das dificuldades.

Quando pensar em Deus, esqueça aquela abstração pesada, pronta a lhe julgar e punir. Pense no amigo que doou a você todos os prazeres da curta existência.

Quando usar o sexo, não se culpe, não se envergonhe; aproveite e dê ao momento toda magnitude que ele merece.

Quando errar, não se martirize; recomponha-se, reconheça o erro e vá avante, alegremente imbuído do desejo de ser melhor.

Quando sofrer, por circunstâncias da vida, tenha em mente que o amanhã reservará momentos compensatórios de alegria.

Quando sentir-se acabrunhado, descrente, percorra as ruas de sua comunidade e veja quantas pessoas menos favorecidas encontram-se sorrindo e felizes, a despeito do próprio infortúnio.

Quando lhe fizer falta, por incapacidade financeira, algum objeto de desejo, olhe ao redor e sentir-se-á plenamente consolado em comparação com outros que lutam pelo básico, pelo essencial.

Quando finalmente chegar sua hora da partida, podendo olhar para trás, verá que cumpriu os preceitos enumerados anteriormente e seguirá feliz rumo ao infinito, consciente que sua existência foi profícua e valeu a pena.



Mensagens sobre os textos podem ser enviadas ao autor no email eduardojjfares@gmail.com

 
(15 junho/2017)
CooJornal nº 1.033



Eduardo Fares
MG



Direitos Reservados