21/07/2007
Ano 11 - Número 538



ARQUIVO

REPÓRTER

Leitura adolescente vai além de Harry Potter


Katie Humphrey


Um menino mago de óculos conquistou vilões maldosos e simultaneamente recrutou uma nova geração de leitores. Enquanto milhões de pessoas em torno do mundo esperam ansiosamente pelo volume final da história da vida de Harry Potter, "Harry Potter e As Relíquias da Morte", as bibliotecas e livrarias querem explorar esse entusiasmo e manter as crianças lendo.

A maior parte diz que espera que a onda de leitores adolescentes sobreviva à onda de festas com temas de Harry Potter e sessões de maratona de leitura quando o livro for lançado, no dia 21 de julho. "Eles vão precisar de sua dose de Harry Potter e de outras sugestões", disse Croy Williams, planejadora de eventos adolescentes na Biblioteca Pública Round Rock.

O entusiasmo infantil, especialmente dos 8 anos até os jovens adolescentes, aumentou ao menos em parte por causa da série de Harry Potter, disse Heath Rezabek, coordenador de adolescentes da Biblioteca Pública de Austin.

Ele disse que os adolescentes em geral relutavam em ler porque são velhos demais para livros de figuras e jovens demais para romances e temas adultos. O ressurgimento da fantasia e da ficção científica, que é imaginativa, mas também traz de lições de vida, ressoou com a faixa etária, disse Rezabek.

Alguns são atraídos para a leitura de outros gêneros, como histórias em quadrinho do estilo Mangá ou romances gráficos. Filmes que se baseiam em livros às vezes estimulam a leitura, assim como blogs ou páginas de MySpace de autores. "O problema do leitor relutante é verdadeiro, mas esse crescimento de popularidade nos dá uma oportunidade de realmente alcançá-los", disse Rezabek.

A fome das crianças crescente por livros não passou despercebida pelas editoras, disse Meghan Deitsche Goel, compradora de livros infantis da BookPeople. "Não só (as crianças) estão mais interessadas em ler, as pessoas estão mais interessadas em escrever", disse ela.

Paula Brehm-Heeger, presidente da Associação de Serviços de Bibliotecas para Jovens Adultos, disse que o número de livros publicados para leitores entre 12 e 18 anos aumentou mais de 20% entre 1999 e 2005. As bibliotecas em todo o país estão fazendo um esforço para incorporar atividades para adolescentes em seus programas de leitura de verão, disse ela.

Um evento recente na Biblioteca Comunitária de Westbank, que serve Westlake e partes do Condado Western Travis, atraiu 15 adolescentes, 11 deles meninos, para uma noite de atividades relacionadas com livros.

A cada dia durante o verão, cerca de 35% da coleção para jovens adultos é retirada da biblioteca, disse Elaine Miller, bibliotecária responsável pelo desenvolvimento da coleção. Quando um novo livro de uma série está prestes a ser lançado, chegam aos montes pedidos de cópias por e-mail, disse ela.

"As séries são atrativas para crianças, principalmente porque elas passam a conhecer um conjunto de personagens e podem segui-los pelos livros", disse Beth Maloch, professora de linguagem e alfabetização da Universidade do Texas.

Ela disse que adolescentes em busca de independência são muitas vezes atraídos para livros que têm personagens fortes de sua idade, que superam os desafios. Ela acrescentou que os adolescentes estão aprendendo a apreciar gêneros diferentes de textos e ser leitores críticos de diferentes formas de mídia, incluindo livros, revistas e Internet.

Austin Ward, 16, foi fisgado por Harry Potter quando o livro foi publicado. "Foi o primeiro livro que me lembro de ficar acordado a noite toda para ler", disse ele. Enquanto esperava o lançamento do próximo volume, começou a retirar outros da biblioteca. Ele segue as recomendações dos amigos e listas de leituras recomendadas para decidir o que lerá a seguir. "Se você tem amigos que lêem e podem dizer quais são os livros realmente bons, isso ajuda muito", disse Austin, que é voluntário na Biblioteca Pública de Austin.

Sua irmã de 14 anos, Christina Ward, gosta de livros de fantasia, mas também segue diferentes séries de Mangá impressas ou on-line. Suas amigas gostam de fazer testes de personalidade on-line, que as comparam com personagens nos livros. "Acho que as pessoas da minha idade lêem muito mais do que se imagina", disse Christina Ward. "Muitos de nossa idade realmente gostam de livros".


Katie Humphrey é jornalista do Cox Newspapers