15/07/2017
Ano 20 - Número 1.037

 

ARQUIVO SIMÕES

Francisco Simões
em Expressão Poética

Venha nos
visitar no Facebook

 

Francisco Simões

O REI ESTÁ NU

Francisco Simões, colunista - CooJornal


É verdade minha gente, o Rei está nu, mas somente ele julga estar completamente e elegantemente vestido e investido em todos os seus poderes.

Assim ele manipula tudo e vai trocando mensageiros deixando só os que lhe são fiéis avança com discursos com os quais julga convencer a todos, mas só o faz aos tolos, aos vendidos de coração e contas bancárias etc.

A empáfia com que ele desfila, se perfila, fala aos seus súditos impressiona, todavia não engana aos seres que têm um mínimo de inteligência, informação e não são comprometidos. Estes sabem o quanto ele mente, e o vêm em sua vaidade e “superpoderes” completamente nu.

Ele pensa que suas moedas podem comprar a todos, que sua caneta muda quantos ele quiser e assim jamais perderá sua cadeira, seu poder, sua roupagem da melhor qualidade. Mas os que conseguem ver o lado certo das coisas e sentem o cheiro de podridão no ar percebem fácil que o Rei está ficando nu.

Seus mais fiéis escudeiros, entretanto já começam a tomar atitudes de certa independência e isto preocupa por demais o Rei. Aqueles que lhe fazem oposição no poder a cada dia parece trazerem para perto de si outros e mais outros que antes eram fiéis ao Rei.

Considerando os troca-trocas seguidos e as negociatas constantes nas quais vale tudo, tudo mesmo, uma vergonha, o Rei pode até, digamos assim, se dar bem, quem sabe até vencer o primeiro jogo. Pode ser.

Ele não ignora, entretanto que outras “pelejas”, outros enfrentamentos virão pela frente, e aí, bom e aí o Rei que se cuide. Naquele Reino ainda há eleições embora seu povo esteja a ser ignorado nos já muito conhecidos “troca-troca”. Repito vergonha, vergonha, vergonha. O Rei está ficando nu e mal acompanhado.

Sim porque alguns de seus mais fiéis conselheiros e aconselhadores já foram condenados e estão enjaulados. Outros logo o serão, com certeza, pelo menos tudo leva a crer nisto. Quantos mais serão devidamente “enjaulados” o referido Rei irá ficando cada dia mais nu. Só ele e os seus renitentes puxa-sacos ainda acreditam no reverso dessa história.

Em terras distantes o respeito que tinham por ele agora parece ir se esvaindo aos poucos. Seu reinado a cada dia se encurta mais, o espaço parece comprimir-se em mentiras, em atitudes indignas, seu sorriso amarela a cada aparição e suas palavras já não trazem tanta segurança, não obstante o poder que ainda ostenta e faz uso dele.

Aquele peito estufado, o sorriso irônico, as mensagens de otimismo que a poucos hoje convencem, a cada dia nos faz enxergar, perceber, ter certeza que este Rei está ficando nu.

Nem precisamos daquele menino da obra de Hans Christian Andersen para confirmar-nos em sua ingenuidade, em sua pureza, que o Rei está nu. Ali ele estava nu já que em sua vaidade acreditou num vigarista que lhe fez uma roupa nova “invisível” e somente aquele garoto acabou por desmascará-lo enquanto outros fingiam ver o Rei muito bem vestido com uma roupa que não existia.

Na nossa história o Rei está ficando nu de amigos, nu de poder, nu de vergonha, nu de honradez, embora se iluda enquanto vai comprando consciências e interesses. Uma hora, como diz um velho ditado, “a casa cai”. Não se impressionem com esta ou aquela notícia, o Rei está mesmo ficando nu.

O tempo melhor ditará o seu futuro. Pena que enquanto isto sua nação vive de mentiras, de sucessos falsos e fingidos. Querem fazer crer a todos que o Rei manterá seu poder até o final, mas não, aguardem e verão. Outras “tempestades” estão a caminho e o Rei está mesmo ficando nu.


__________________________________________

Comentários sobre o texto podem ser enviados ao autor, no email fm.simoes@terra.com.br

(15 de julho, 2017)
CooJornal nº 1.037



Francisco Simões
escritor, poeta, fotógrafo (expositor), ex-radialista
Rio de Janeiro
Conheça um pouco mais de Francisco Simões
http://www.riototal.com.br/escritores-poetas/expoentes-021.htm
http://www.riototal.com.br/expressao-poetica/francisco_simoes.htm
www.francisco-simoes.com



Direitos Reservados
É proibida a reprodução deste artigo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do autor.