01/04/2015
Ano 18 - Número 930


ARQUIVO SIMÕES

Francisco Simões
em Expressão Poética

Venha nos
visitar no Facebook

 

Francisco Simões


MENTIRA TAMBÉM TEM SEU DIA

 

Francisco Simões, colunista - CooJornal

Pois é, amigos e amigas, o dia primeiro de abril sempre foi considerado, não sei o motivo, como o Dia da Mentira. Se alguém souber como isso começou, por favor, me informe, agradecerei.

Desde criança, e já lá vão cerca de 78 anos, eu ouvi dizer que a mentira também tinha o seu dia. Claro que o mais comum é sempre usarem o tal dia primeiro de abril para fazerem algum tipo de pegadinha com amigos. Isto ocorre há décadas.

Dificilmente alguém pode dizer que nunca pregou alguma mentira em pessoa conhecida, familiar ou não, ou foi apanhado caindo em mentira de outrem.

Até no rádio ou mesmo na televisão costumam dar alguma informação que nos assuste, que nos pegue desprevenido, e depois a desmentem lembrando estarmos vivendo o dia da mentira. Já ouvi e vi isso algumas vezes.

Em verdade eu julgo que hoje parece que devemos considerar como dia da mentira praticamente todos os dias. Diante de tantos escândalos envolvendo não só políticos assim como empresários e outros o que mais se ouve é as pessoas envolvidas, já consideradas culpadas ou ainda em julgamento, dizerem que são inocentes. Enfim tudo é “mentira”.

Estes chegam a jurar inocência sempre, alguns mesmo depois de julgados e condenados por algo muito grave que fizeram ou de que participaram. É impressionante a cara de pau de alguns.

Há alguém, por exemplo, que vocês conhecem muito bem, cujo nome costuma não só aparecer em informações sobre desvios de verbas quando ocupou cargos eletivos os mais elevados como até a Interpol já afirmou que o dito senhor possui contas no exterior com sérias suspeitas de ser dinheiro público desviado. Duvido que alguém diga que não o conhece.

Os famosos cara-de-pau hoje são muitos, mas aquele a que me refiro acima é dos mais antigos e mais populares, e pior, o povo continua votando neles. Na verdade o povo vota em muitos mentirosos ainda que comprovada sua participação neste ou naquele escândalo, então, gente amiga, nós merecemos.

Por essas e por outras, pela existência comprovada de tantos “Pinóquios”, especialmente na política brasileira, narizes que crescem e quase viram ponte que começa na mentira, porém nunca alcança a verdade, é que fica difícil comemorarmos (?!) hoje em dia, já de algum tempo, um dia só da mentira.

Vejam que tem gente que acredita até em algum “milagre” na política brasileira. É verdade, alguns pegam determinada mensagem que já me chegou umas 4 vezes e repassam aplaudindo o gesto de certo deputado que teria aberto mão de quase todo o seu salário, de verbas extras, etc e tal e muito mais. Barbaridade, e eles acreditam nisso?!
Sinceramente sabem que eu sou cristão e até posso eventualmente admitir milagres, mas deste tipo, por favor, não me façam rir, ou não queiram me fazer de otário, menos gente, menos.

Pelo visto, mesmo havendo muitas condenações (se houver) no novo escândalo conhecido como “lava-jato”, políticos de proeminência vão continuar jurando inocência e acusando o Ministério Público, como soe acontecer. E haja “dia da mentira”.

Aliás, eu pesquisei a sério e descobri que também existe “O Dia da Verdade”. Juro que é verdade mesmo. É justamente o dia 03/Abril, ou logo dois dias depois do mais comentado “Dia da Mentira”.
Então pergunto: por que ninguém comenta ou comemora o outro, o Dia da Verdade? Bom, neste país com tanta mentira no ar, tantos pinóquios em cargos de mando votados por nosso povo ou parte dele, parece que desistem de lembrar não só o dia como também que existe a verdade.

Convenhamos que nós temos que separar o joio do trigo. Não somos todos mentirosos e nem somos todos amantes da verdade. Entretanto, ninguém pode dizer que nunca pregou uma mentirinha em sua vida por mais despretensiosa que ela fosse.

Duvido que alguém levante a mão. Atrevo-me a afirmar que se levantar estará mentindo. Desculpe talvez o meu atrevimento. O importante é que nós estejamos sempre formados no time da verdade.

E para terminar consoante com o clima do dia Primeiro de Abril, aqui vai uma notícia, talvez falsa, mas acredita quem quiser: “a Presidente decidiu renunciar.” Acredito que essa não pega ninguém por mais que esteja suspirando por aquele gesto da ilustre mandatária.

Também se for para o Vice assumir, pelo amor de Deus, deixa como está, aguenta e na próxima muda o seu voto para tentar melhorar, tá?

Mensagens sobre o texto podem ser enviados ao autor, no email fm.simoes@terra.com.br

(01 de abril/2015)
CooJornal nº 930



Francisco Simões
escritor, poeta, fotógrafo (expositor), ex-radialista
Rio de Janeiro
Conheça um pouco mais de Francisco Simões
http://www.riototal.com.br/escritores-poetas/expoentes-021.htm
http://www.riototal.com.br/expressao-poetica/francisco_simoes.htm
www.francisco-simoes.com



Direitos Reservados
É proibida a reprodução deste artigo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do autor.