15/06/2017
Ano 20 - Número 1.033

 

ARQUIVO SIMÕES

Francisco Simões
em Expressão Poética

Venha nos
visitar no Facebook

 

Francisco Simões


UM ESGOTO A CÉU ABERTO

Francisco Simões, colunista - CooJornal




É o que eu vejo em nossa realidade atual, com certeza. E pior, é o que leio na imprensa diariamente e ao que assisto na Tv, inclusive em julgamentos que tendem a decepcionar a opinião pública.

Com todo respeito aos ilustres senhores Juízes das Cortes em que tramitam certos julgamentos, me desculpem, porém tenho sentido algumas repulsas ao ver e ouvir o pronunciamento de alguns ilustres magistrados, alguns deles que sempre respeitei.

A posição de alguns chegam a nos tirar conclusões assustadoras afinal nós esperamos que de nossa Justiça saiam sempre sentenças justas, corretas, apoiadas em leis e argumentos que não podem e não devem nunca ser deixados de lado, mas meu Deus, por que insisto em assistir a isto ao vivo?

Em alguns casos, e aqui não me refiro especificamente a nenhum deles, parece até que a sentença final já estava estabelecida em algumas cabeças não menos ilustres, mas que parecem, sem eu querer fazer pré-julgamento ou ser injusto, comprometidas com o que passam a estabelecer como verdade em sua palavra final.

Tem havido julgamento que a mídia em geral antes de começarem as reuniões em determinada Corte já diziam o placar final e quem votaria no que. No final deu exatamente o que a mídia previa. Como pode isso?

Fica-me então a dúvida e terei que conviver com ela enquanto eu insistir em crer que o ser humano ainda pode ser sério, honesto, incorruptível e justo, pelo menos em certos níveis de nossa sociedade. Será mesmo? Olhem minha dúvida a me atormentar novamente.

E a vida vai seguindo e nós vamos vivendo neste “esgoto a céu aberto” em que a política em geral transformou nosso país, e isto já vem de longe não começou ontem nem anteontem com certeza. Aliás, as palavras acima eu ouvi há alguns meses ditas por alguém na Tv e as anotei, pois julguei que algum dia elas poderiam ser o título de alguma crônica. Aqui está, pois.

Começam a me faltar palavras ou meu sentimento mergulha numa depressão que em nada me agrada. Já recorri ao meu médico e ele tenta me ajudar recomendando certo medicamento de homeopatia.

Aí eu pergunto: haverá remédio para se administrar a certo país? Alguém diria “cuidado quando votar” e eu lhe respondo, mas se nem tenho votado mais na altura dos meus quase 81 anos!

Bem, se eu nada posso fazer é preferível me calar, parar de escrever e nem sequer ficar pensando no hoje, muito menos no amanhã. Meus saudosos pais e avós quando eu ainda era criança me diziam que este era o país do futuro e que eu viveria num país bem melhor anos depois.

Agora vejo que eles previram mal ou acreditaram no imponderável e jamais imaginaram que eu já vivia no melhor deste país. Passei mais de oito décadas esperando e acreditando, entretanto agora desanimo e vejo que já estou bem avançado no meu futuro e só me resta aguardar o carimbo do “meu passaporte”.

Aqui peço a devida vênia para que me permitam terminar este texto festejando uma alegria que me é muito cara daí eu direi: “Salve, salve Benjamin”. Desculpem se decepcionei alguns, mas eu me refiro, amigos e amigas, ao nosso netinho que está às vésperas de completar 6 meses de vida. O nosso querido Benja. Como ele é esperto, já quer andar e falar e mantém um sorriso maravilhoso explodindo constantemente em alegria.

Espero que ao crescer ele possa encontrar outro país diferente do atual e quem sabe não mais tenha que viver num “esgoto a céu aberto” como já disse alguém a quem agradeço novamente as palavras citadas.


__________________________________________

Comentários sobre o texto podem ser enviados ao autor, no email fm.simoes@terra.com.br

(15 de junho, 2017)
CooJornal nº 1.033



Francisco Simões
escritor, poeta, fotógrafo (expositor), ex-radialista
Rio de Janeiro
Conheça um pouco mais de Francisco Simões
http://www.riototal.com.br/escritores-poetas/expoentes-021.htm
http://www.riototal.com.br/expressao-poetica/francisco_simoes.htm
www.francisco-simoes.com



Direitos Reservados
É proibida a reprodução deste artigo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do autor.