Sou Vilma Galvão, nasci em Piracicaba no dia 17 de Novembro de 1966, sou a segunda filha de uma família de seis filhos.

Vivi no interior até meus 18 anos, depois fui tentar melhorar a vida em São Paulo, com pouca experiência e uma ingenuidade de interior, passei “maus bocados”, mas sobrevivi...

Casei-me com 22 anos e fiquei casada durante 10 anos, e após o casamento ter acabado, retornei para Piracicaba, e estou aqui até hoje morando com meus três filhos.

Comecei a escrever com 13 anos de idade, escrevia meus pensamentos, minhas angústias, meus desabafos e muitos desses textos hoje viraram poemas, num montante de mais de 1000 textos acumulados ao longo desses anos.

Minha inspiração é um pouco diferente dos demais escritores, que escrevem baseados no que estão sentindo, eu só conseguia isso quando era menina, hoje, escrevo melhor os sentimentos de outras pessoas, as histórias delas me dão idéias muito boas para passar para os textos, e assim nasceram muitos dos que estão hoje na Internet e em meus rabiscos na minha casa.

Uma imagem me inspira, uma música me inspira, uma frase me inspira, a vida me inspira!
Sou Cristã, e procuro seguir tudo o que possa agradar a Deus, mas sou uma pessoa cheia de falhas também, mas procurando melhorar a cada dia.

Tenho como princípio a justiça, tento enxergar primeiro as razões que as pessoas tiveram para cometer certos erros e depois tentar entender tudo, mas não tolero pessoas que usam da boa imagem para se dar bem na vida, ou aquelas que levam a vida no “jeitinho brasileiro”.

Isso é tudo que eu posso falar de mim no momento!


A seguir, uma prévia do que sou e como penso,
de acordo com algumas perguntas que me fazem


VIDA: Uma oportunidade única de se tornar melhor para Deus... Nem sempre somos o que sonhamos ser, mas mesmo assim ainda acredito que esta VIDA um dia vai melhorar.
DEUS: Adoro a Deus e a mais nada nesta vida, o restante ou gosto ou amo... Creio que Deus me conhece por inteira e sabe as minhas necessidades e também as minhas falhas e qualidades, só a Ele eu tenho que temer.

SONHO: Tenho muitos, ao longo do meu caminho, tenho deixado de sonhar muito deles, mas os maiores renascem a cada vez que me inundo de esperanças. Atualmente, sonho em ser reconhecida pelo meu trabalho ao mesmo tempo, aprender cada vez mais sobre o trabalho de web designer, dar aos meus 3 filhos uma vida melhor, e por último, publicar o meu livro de poemas... Estes são os meus sonhos do momento.

ESPERANÇA: Tenho a esperança que um dia possamos viver melhor e sem diferenças nesta vida... Entristeço-me demais, vendo tanto racismo e tanto preconceito um com os outros. Espero que o mundo esteja melhor para se viver para os meus descendentes...

RELIGIÃO: Sou agora Evangélica, acredito em Deus e em Jesus... Já freqüentei muitas igrejas, me batizei na Igreja Católica, mas aos 14 anos deixei de freqüentar, e dai fui passando de igreja em igreja. Atualmente freqüento a igreja Comunidade Evangélica de Piracicaba, onde estou me sentindo muito feliz!

AMOR: O sentimento mais completo... Escrevo sobre o Amor, mas baseado nas histórias de outras pessoas, ou de alguma forma, estar escrevendo o que não tenho e nunca senti... Poucos textos eu escrevi sobre meus próprios sentimentos... Acho mais fácil escrever sobre o amor que outra pessoa está sentindo, assim, acabo ajudando outras pessoas a falarem aquilo que gostariam, mas não encontram palavras...Sinto-me realizada assim, saber que as pessoas possam usa meus textos para falarem a outras pessoas sobre seus sentimentos...

FAMÍLIA: Mesmo tendo o meu sangue, algumas pessoas nem sabem como sou e como vivo, por isso considero minha família aqueles que estão ao meu redor, mesmo distante. Aqueles que de vez em quando ligam ou passam em minha casa nem que seja para dizer "Oi"... Vivi muito tempo longe dos meus pais e irmãos quando passei 14 anos em São Paulo, e quando voltei, já não tínhamos muita sintonia, isso me entristece, pois gostaria de poder ter estado com eles mais vezes, mas amo todos eles... Tenho uma irmã que me dou muito bem, somos amigas. Com os demais irmãos, apenas falo de vez em quando.

MEDO: É engraçado que quando temos medo de alguma coisa, ela vive a nos perseguir, podem prestar atenção, quando alguém tem medo de barata, "essas coisinhas nojentas" sempre estão por perto...*risos...Tenho medo de ficar sozinha, não ter alguém para conversar ou compartilhar momentos... Sempre brinco dizendo que se um dia alguém quiser que eu morra, basta que me tranque num quarto fechado onde eu não possa ver e nem falar com alguém, e eu morrerei em 1 semana...

MANIA: Não tenho, pelo menos não lembro de nenhuma agora...

VÍCIO: Os mais feios: Cigarro: estou tentando parar, pois já nem gosto mais... Roer unhas: acabo com elas, basta que algo de ruim aconteça e lá vão as pobres coitadas na boca, é horrível, pois fico com culpa e vergonha de mostrar as mãos depois disso...*risossss

UMA QUALIDADE: Acho que uma qualidade em mim que é muito forte é ser extremamente sincera, falo o que penso, sem pensar se posso estar magoando, acho isso melhor do que mentir só para agradar, embora algumas pessoas achem que isso é ser rude, eu chamo de ser sincera.

UM DEFEITO: Não concluir quase nada que inicio, seja por problemas ao longo do caminho ou por perder o entusiasmo.

PALADAR: Não tenho muitas frescuras para comer, apenas não gosto de 3 pratos: Jiló, Rabanete e Dobradinha (bucho). O resto como muito bem, mas o que me faz delirar são pratos condimentados como Acarajé, algumas comidas mexicana, e alguns pratos mineiros...

UMA COR: Gosto do vermelho e do azul. Detesto o marrom e o cinza...

UM FILME: Os imperdoáveis

UM ANIMAL: Tenho 2 cachorros e uma nova hóspede, uma gatinha linda!

UM POLÍTICO: Aquele que sabe o que é dele e o que é dos outros...

UM MOMENTO BOM: Aqueles que passo ao lado das pessoas que amo.

UM AMIGO: Amigo é aquele que está ao seu lado independente do clima ou da sua condição social... Tenho poucos amigos, e os poucos que tenho dou o maior valor, pois são eles que me socorrem nos momentos de tristeza e problemas, mas também são eles que estão comigo compartilhando os meus bons momentos...

ALGO QUE GOSTO MUITO: De estar de bem comigo mesma e em paz com meus filhos.

ALGO QUE DETESTA: Dívidas... Sem elas eu viveria mais feliz. *risos...

ALGO BONITO: O sorriso dos meus filhos

ALGO FEIO: Um hacker atacando os micros.

ALEGRIA: Poder comprar algo que meus filhos queiram muito, para mim não tem alegria maior.

TRISTEZA: Pessoas pedindo esmolas nas ruas, isso me causa revolta.

UMA MÚSICA: Todas as músicas suaves, todas que contém uma letra inteligente e uma melodia harmoniosa.

UMA FRASE: "Nesta vida somos todos meninos e meninas, até que nos sintamos velhos demais para brincar”.

PALAVRA FINAL: Sejam todos felizes, e que Deus esteja dentro de cada um de vocês!

 


 

Alguns poemas de Vilma Galvão

 

 

 

Direção e Editoria

Irene Serra
irene@riototal.com.br 


Rio Total