Anderson Fabiano

 

Atualizado em 22/12/2007
---

 





Reflexões natalinas
________________

Aqui, neste canto,
Deitei letras, encantos
Em cantos alegres
E prantos,
Que lançaram aos ventos,
Meus sentires.

Vi gente chegar
Na mesma estação da partida,
Um pouco morte, um pouco vida.
Resgatei afetos, lambi feridas.
E, de algum jeito,
Rompi o peito
E semeei emoções.

Agora, que um sete se vai
E um oito se acerca,
A vida se esvai
Na monótona rotina
Da renovação do tempo.
Tempo de ouvir e falar
De rir e chorar
E revelar os segredos
Da essência e do prazer.
Tempo sacro de insistir
Nas nossas buscas profanas.

E, só então,
Brincando com rimas,
Transformando sinas
Sermos, consentidos,
E a mercê dos destinos,
Um pouco Deus.


 

Anderson Fabiano


 





Anderson Fabiano é carioca desde agosto de 48, criado entre Cascadura e Leblon. Atualmente, encontra-se  refugiado em Maricá.

Escritor, publicitário, jornalista, consultor de marketing, programador visual, vascaíno e mangueirense.

Livros publicados:
- "Olhando para dentro de mim" – Poesias – 1986 - Esgotado
- "Dando soco no sereno" – Crônicas - 2006

Próxima publicação:
"Amo sim. Trajetórias da paixão" – Prosas poéticas, Poesias e Cartas, com lançamento previsto para abril de 2008

e-mails: fabiano137@gmail.com  ou af.escritor@hotmail.com


● Conheça suas crônicas CooJornal.