Fátima de Laguna

 

 

Atualizado em 02/02/2008
---

Alma de tudo

Texto e foto de Maria de Fátima B. Michels
 


Deslizando na escada espiralada ia
lá fora, tentar resolver a vida, todo dia, toda hora
O molusco, um dia, conseguiu...

Na concha a gastura permite agora, vejamos sua hélice,
princípio-motor, fura vento, fura céu, fura fundo
Vai e vem que se recria
Sacrifica, multiplica, simplifica
se equilibra
A alma do tempo é o que fica de tudo
É o que move
o mundo?



Maria de Fátima B. Michels

 

 




fbarreto@bizz.com.br
 

  • Aqui, conheça um pouco mais de Maria de Fátima Barreto Michels, a Fátima de Laguna.
     
  • Leia suas crônicas no CooJornal.