Geórgia Freitas


 

Atualizado em 08/03/2008
---

 


 

Sul(Deste em Mim)!
Cantando no Exílio
_____________________


Daqui do Rio
Rio Total
Braços abertos
Corações distantes...

Dispersos
Tocantes
Cantam a música saudosa
Da ilha Mágica
Glamurosa.

Minha alma solitária
Pede à Beira-Mar:
Leve-me por aquelas calçadas
Já conheço as de cá.

Nunca mais abracei a faceira Figueira
Encanto (desencanto guardá-la na memória)
Avistá-la
Ainda retorno para aqueles arredores...

Amo o Pão de Açúcar
Venero o Corcovado
Rendo-me ao Oscar Niemeyer

E jamais esquecerei dos Ares
Que sinto na mente
No espírito
Na calma
Da Ilha Mágica de Santa Catarina:

Floripa, flores que ensinam,
Ainda volto para te ver!



Geórgia Freitas







 


Geórgia Freitas é professora, escritora e assessora empresarial.
kfreitas@urbi.com.br