Rosa Pena


Arquivo
de seus poemas


 

Maio de 2017
---

 



PODE?
______________

Se
o Ford
é bigode.
Absorvente
virou modess.
Espantar olho grande
é comigo ninguém pode.
Galinha leva fama de chocadeira,
Mas é o ovo que eclode!
Minha poesia pode ou não pode
ser uma ode?

Que seja da asneira.

Moisés dá o acorde.
Herodes se queima no pagode.
Quando o lirismo explode
até coração de pedra se sacode..


Rosa Pena

 

 


 

  • Aqui, conheça um pouco mais de Rosa Pena.

        E leia suas crônicas no Coojornal, clicando aqui.


       pena.rosa@gmail.com