Silvane Saboia


 

Atualizado em 22/12/2007
---

 



O Natal do poeta

______________



Poeta no natal é bicho esquisito,
quer mudar o mundo.
Anima-se com as mil luzes pelas ruas.
Boba poeta, parece que até a beleza que ela sente
pode purificar a velha terra.
Eles passeiam pelas ruas a olhar as pessoas
achando que são felizes
e que tudo vale a pena.
E enchem-se de alegria quando vê a
imensa árvore de natal da praça.
É grande o brilho dos olhos
multicor esperança.
Mas a dor em farrapos espatifa nossa felicidade
fantasiada da pobre criança.

 

Sil Saboia


 


Costumo dizer que escrevo desde o berçário. Tenho três filhos lindos, amores eternos, e sou muito feliz por poder escrever e ter onde plantar o que escrevo. Moro em Fortaleza, e trabalho com computação gráfica, que é outra maneira de fazer poesia... com imagens, tenho um projeto sobre poema em imagens, facilitando assim a leitura para aqueles que não costumam ler poesia. Um prazer levar a vocês um pouco da minha visão deste nosso mundo e os sentimentos que nele pousam..., deixando em mim seus sussurros...!

silsaboia@terra.com.br


Veja os poemas com que Sil Saboia nos brinda em Escritores & Poetas.