Ano 12 - Semana 656

 




Outros artigos sobre
Casa


 

       31 de outubro, 2009

Arejamento e iluminação


Nossa casa deve ser um lugar personalizado que funcione integralmente coordenado com as pessoas que moram nela. É fundamental nos sintonizarmos com as cores, o arejamento, o conforto e para que isso seja completo, devemos pesquisar sobre pequenos e grandes detalhes...

Uma das coisas mais importantes, principalmente hoje em dia, considerando a poluição que nos cerca, é saber que simples medidas de higiene e produtos específicos ajudam a acabar com focos de alergia que nossas casas contêm, ainda que não os percebamos.

Os alérgenos, que são partículas invisíveis e estão quase em todos os lugares, podem desencadear crises de asma, rinites, etc., principalmente no inverno.

Por causa de reiteradas propagandas, sabemos que existem os ácaros, o mofo, os restos de insetos e pêlos de animais, a poeira e por aí...

O importante é saber como se reproduzem; o ácaro se alimenta de restos de comida, pêlos de animais, restos de insetos e até mesmo de fragmentos de pele humana, mas, para sobreviver, ele necessita de umidade e de temperatura moderada. Ora, teremos, então, que cuidar da limpeza com esmero, deixar bastante circulação de ar nos ambientes, fazer com que os raios solares neles penetrem, já que os ácaros não resistem aos raios solares e, principalmente nos quartos, devemos manter o mais que pudermos as janelas abertas. Nossos colchões e travesseiros devem ser expostos ao sol e a roupa de cama deve ser trocada regularmente; são medidas simples que ajudam a combater esses inimigos invisíveis!
Um exemplo clássico de onde se acumulam ácaros, é o excesso de bichinhos de pelúcia nos quartos, almofadas, livros, tudo que não limpamos sempre.

Outro detalhe importante: nada de plantas dentro do quarto, pois elas promovem o desenvolvimento de fungos pela umidade.

Vazamentos e infiltração nas paredes trazem o mofo, por isso a necessidade de consertá-los, logo que apareçam.

Muitas vezes o corre-corre de cada dia nos faz esquecer de trocar o filtro do ar condicionado, mas os fungos formados no interior desses aparelhos espalham-se pelo ambiente.

Para nosso bem a natureza nos deu filtros purificadores naturais, é só sabermos como utilizá-los. Existem plantas - algumas mais sofisticadas, outras muito comuns - como o “comigo ninguém pode”, a “espada de S. Jorge”, a “jibóia” e outras que, além de decorativas, filtram a poluição interna causada por tintas dos móveis, fumaça de cigarro ou fibras sintéticas.
Estudos recentes da NASA descobriram que os poluentes são absorvidos por bactérias que vivem nas folhas e nas raízes dessas plantas. Assim, apenas colocando uma dessas plantas de forma decorativa em nossas salas, estamos contribuindo para a purificação dos indesejáveis que poluem nosso ambiente interno. Simples, não?


QUANTO ÀS LUZES

Devemos ter cuidado na escolha certa das lâmpadas que vamos usar de acordo com o ambiente a que se destinam. A casa fica muito mais gostosa e funcional se escolhermos adequadamente essas lâmpadas, isso sem falar nas cores claras, suaves e de acordo com os móveis, naturalmente, mas agora vamos falar sobre as luzes.

Na cozinha, onde ficamos quase sempre grande parte do tempo e as luzes permanecem acesas por longos períodos, devemos usar luzes fluorescentes - temos vários modelos, de acordo com nossas preferências - pois elas deixam tudo claro, agradável mesmo.

Quanto ao banheiro, se colocarmos as incandescentes de média potência e bulbo leitoso justamente nas laterais dos espelhos, o ambiente ficará iluminado, sem sombras.

No nosso quarto devemos ter o cuidado de direcionar a luminosidade para os armários e área de leitura, seja onde a colocarmos.

Quanto aos corredores, devem ser de luminosidade contínua, mas que não seja forte, poderão ser fluorescentes mas compactas, basta uma de 16 watts, a menos que seja um enorme corredor!

Então, concluímos que nosso ambiente deve abster-se de poeiras, ser bem iluminado e devemos ajudar a manter longe os inconvenientes visitantes - fungos e outros - com o gostoso adorno de plantas certas...
 





Direção e Editoria
IRENE SERRA
irene@riototal.com.br