Dicas para economizar
energia elétrica

  

  • Regule o termostato da geladeira para o mínimo possível e verifique as borrachas de vedação.

  • Se puder desligue o freezer. Se tiver uma segunda geladeira, tente desativá-la também.

  • Tome banhos curtos. Abra pouco a torneira para nào precisar regular o chuveiro na potência máxima.

  • Se tiver aquecedor elétrico em casa, considere desligá-lo e instalar duchas elétricas, que gastam menos energia. Mesmo assim, o boiler e os chuveiros elétricos são os campeões de consumo de energia.

  • Troque as lâmpadas incandescentes que ficam mais tempo acesas por modelos fluorescentes.

  • Evite ao máximo usar os aquecedores de ambiente.

  • Regule o termostato do ar-condicionado para o mínimo possível. É raro precisar do frio máximo.

  • Sempre que possível, substitua o microondas pelo forno à gás. Guarde o forninho elétrico.

  • Junte a maior quantidade possível de roupas antes de colocá-las na máquina de lavar.

  • Reduza o uso da secadora de roupas. Limpe periodicamente o filtro de ar do aparelho.

  • Reduza a quantidade de roupas passadas a ferro. E passe todas de uma só vez.

  • Não durma com o aparelho de televisão ligado. Use o timer.

  • No prédio, nunca chame mais de um elevador. E prefira sempre usar as escadas.

  • Economiza água. Isso poupa o trabalho da bomba elétrica que leva água para o reservatório do prédio.

  • Se for comprar qualquer eletrodoméstico, prefira os que têm o selo Procel, de economia de energia.

  • Habitue-se a juntar a maior quantidade de louça possível para a maquina de lavar pratos. Se puder dispensar seu uso, melhor.

  • Tire da tomada os aparelhos eletrônicos que possuem relógios digitais internos. Eles gastam um pouco de energia mesmo desligados.

  • Não deixa os benjamins ficarem quentes. O calor significa perda de energia e risco de curto-circuito.

  • Não instale muitas lâmpadas de emergência pela casa. Elas gastam energia enquanto carregam as baterias.

 

 

Pesquisa: Ana LIma
Fonte: Divulgação PROCEL

 





         

Esta página é parte integrante da Revista Rio Total