Lavando roupas de 
Crochê ou Tricô

 

- Lavar em água morna com sabão em pó ou de coco, misturando um pouco de amoníaco.

- Se foram brancos, colocar 1 colher de água oxigenada para cada litro d’água, na última enxaguada.

- Para os crochês em linho cor bege clara, enxaguar na última água com chá preto frio, para conservar sua cor natural.

- Para as peças brancas de tricô, enxaguar em água com algumas gotas de tinta de escrever, ficarão branquinhas.

- Em ambos os casos, assim como todas as malhas, devem ser apenas espremidas, nunca torcidas, e secadas à sombra.

- As roupas encolhidas de tricô voltam ao normal deixando-as em molho de água e sabão, onde se juntou.
1 colher (sopa) de álcool
1 colher
(sopa) de terebintina
3 colheres
(sopa)de amoníaco
Depois, é só enxaguar.  

Também para as pequenas peças de crochê (toalhinhas, paninhos, etc.) não percam suas formas, é só lavá-las numa água onde se misturou um pouco de goma arábica. Depois, lavar e secar sobre um pano de lã, deixando até que fique bem seca para então passar a ferro.

A melhor maneira para se retirar os fiapos e as bolinhas que se formam nas malhas de lã é enrolar uma fita colante na mão e nos dedos, com o lado colante para fora. Passar diversas vezes sobre a malha até que pareça nova.      

     


Pesquisa de Ana Lima 
Fonte: Sebastiana Quebra Galho




         
Esta página é parte integrante da Revista Rio Total