Ano 23 - Semana 1.161

 




Outros artigos sobre COMPORTAMENTO

 




16 de fevereiro, 2020

PERDÃO


Sonia Soares


É comum em nosso dia a dia sofrermos decepções e ficarmos magoados. Isso é até mesmo natural, pois somos humanos e temos sentimentos, princípios e, também, sonhos e carências. Algumas pessoas, porém, não conseguem superar as decepções e deixam crescer dentro de si uma mágoa, que irá proporcionar ressentimento, se não for tratada. Ressentimento é continuar sentindo a decepção e a mágoa.

O caminho é logo chegar à amargura. Quando isso acontece, nosso organismo todo é atingido. Ficamos também doentes física, emocional e espiritualmente. Algumas pessoas se tornam agressivas e carrancudas. Sem o perdão, não poderemos ter o restabelecimento de nossa plena saúde.

Perdoar quer dizer "desatar cadeias, ataduras". Quem não perdoa está preso a correntes, a uma triste lembrança do passado e não pode se desenvolver. Perdoar é uma decisão. É escolher entre liberar a pessoa que nos ofendeu ou querer vingar-se.

Quando temos um coração cheio de amor e paz é muito mais fácil perdoar. Esse amor é mais forte do que o ódio lançado contra nós. O amor apaga esse mal e podemos assim perdoar. Não devemos perdoar só quem voltou às pazes conosco ou quando tudo está ótimo para nós. Jesus perdoou os seus agressores ainda na cruz quando Ele sentia as maiores dores. Seu amor foi suficiente para exercer o perdão.

Se desejamos ter uma vida de paz e um futuro maravilhoso, devemos pedir que Deus encha nossos corações de amor, pois assim poderemos perdoar. Não vale a pena ficar preso a um fato negativo do passado. Temos uma vida pela frente. "O perdão deve fazer parte da sua Vida!" Vamos construir um mundo de Paz!

 


Direção e Editoria
IRENE SERRA
irene@riototal.com.br