Ano 10 - Semana 514
 



Outras CURIOSIDADES
 

CASA COMPORTAMENTO
ESTILO
INFORMAÇÃO
INFORMÁTICA NUTRIÇÃO
PENSAMENTOS REFLEXÃO
SAÚDE
SORRIA
 

03 de fevereiro, 2007
---

Duas de Balzac


Autoconceito

Honoré de Balzac gostava de pensar que sabia o caráter das pessoas pela letra. Trouxeram-lhe um dia o caderno de um menino e pediram que desse uma idéia de suas aptidões e do que prometia para o futuro. Depois de examinar cuidadosamente as garatujas do menino, perguntou à senhora idosa que trouxera o caderno:
- A senhora é mãe desta criança?
- Não, nem tenho parentesco, respondeu ela. - Então dir-lhe-ei minha opinião franca, exclamou Balzac. Este menino é desmazelado e provavelmente estúpido. Receio que nunca chegue a ser coisa alguma!
- Mas mestre! disse rindo a senhora, este caderno era seu, quando estava no colégio!

Troca oportuna!


Quando faleceu um velho tio de Balzac, o notável romancista, que não estimava o parente, considerando-o um grande usurário, ficou surpreendido por ser contemplado pelo mesmo, em testamento, com uma pequena fortuna. Satisfeitíssimo, participou o acontecimento aos amigos nos seguintes termos:

- Ontem, às 5 horas da manhã, meu tio e eu trocamos esta vida por outra melhor.

 


Seu artigo será bem recebido em feliz-idade@riototal.com.br


Direção
IRENE SERRA
irene@riototal.com.br