TITANIC: FICÇÃO NEM SEMPRE É FICÇÃO



Em 1898, um autor de ficção científica americano, Morgan Robertson, descreveu o naufrágio de um navio imaginário. Algumas características desse navio imaginário:
- deslocava 70.000 toneladas
- media 800 pés
- transportava 3 mil passageiros
- o motor tinha 3 hélices.

Numa noite de abril, quando de sua primeira viagem, defrontou-se no nevoeiro com um iceberg e afundou. O nome do navio: Titã.

O que nos deixa intrigados é que o Titanic, que viria mais tarde a naufragar (em 1912) possuía as mesmas características do navio descrito por Robertson:
- deslocava 66.000 toneladas
- media 828,5 pés
- transportava 3 mil passageiros
- o motor tinha 3 hélices.

A tragédia do Titanic aconteceu numa noite de abril.  


do livro O DESPERTAR DOS MÁGICOS, 
de Loui Pauwers e Jacques Bergier).
Enviado por Janete, Rosa dos Ventos 


 

   

 Esta página é parte integrante da Revista Rio Total