PERFUMES


Criar um perfume é uma arte, só que ao invés de notas musicais, os perfumistas trabalham com uma infinidade de notas olfativas, que formam as famílias olfativas, conheça aqui!

Fragrâncias Femininas

- Florais: Composição baseada em flores. Dão graça, feminilidade e romantismo a uma fragrância.
- Frutais: Todas as frutas (exceto as cítricas). Estas notas dão um toque de modernidade à criação.
- Cítricas: Notas leves e frescas (limão, bergamota, petitgrain - um tipo de laranja amarga ...). Passam a sensação de juventude e refrescância.
- Verdes: Transmitem a sensação de frescor e natureza. Têm conotação de "folhas molhadas, cortadas". Representam os campos e florestas.
- Orientais: As notas orientais são trabalhadas em combinações de Vanilla (baunilha) com musks, madeiras e especiarias. São envolventes e transmitem uma sensação de calor e um certo erotismo.
- Chypre: As notas chypradas misturam vários odores, como o de musgo que se forma no carvalho, de madeiras, cítricos, florais, nuances de couro e frutas. Tudo isso dá à criação uma sensação de riqueza e sensualidade.

Fragrâncias Masculinas

- Cítricas: Notas leves e frescas, fortemente relacionadas ao vigor e ao esporte.
- Lavanda: Baseada no cheiro da flor de lavanda, esta nota fala de tradição e natureza, e é muito bem-aceita no mercado brasileiro também pelo público feminino.
- Fougère: Pode-se dizer que é a família olfativa masculina mais tradicional. Combina a lavanda com cítrico, musgo e madeira. Transmite a força.
- Aromático: Baseiam-se em combinações de várias ervas como alecrim, anis, menta, sálvia. Transmitem modernidade e refrescância ao perfume.
- Madeira: Caracteriza-se pela presença de uma ou mais madeiras, como Cedro, Patchouli e Sândalo, que dão à fragrância uma forte masculinidade e elegância.

      

Ana Lima, jornalista

 

Esta página é parte integrante da Revista Rio Total