QUANDO...
 


Quando jogamos, nos arriscamos a perder.
Quando nos arriscamos a ganhar muito, também nos arriscamos a perder muito.
Quando rimos, corremos o risco de parecermos bobos.
Quando choramos, corremos o risco de parecermos fracos.
Quando gritamos, corremos o risco de parecermos brutos.
Quando temos esperanças, nos arriscamos a ter decepções.
Quando pedimos, nos arriscamos a receber um não.
Quando amamos, nos arriscamos a sofrer.
Quando nos damos, nos arriscamos a perder-nos.
Afinal, a vida é arriscada, mas somente para quem vive.

Lute... arrisque... pelo que deseja e seja muito feliz!
    

   
   
Texto enviado por Angelote 
Angelote@adinet.com.uy
 

 

Clique aqui e leia outras reflexões

Rio Total