Outras REFLEXÕES

 

 31 de outubro, 2009
---
Cibeles S. L. Puglisi

Maturidade


Foi só aos cinqüenta anos
Que de mim fiquei senhora
E no deserto enorme
Chorei como quem ora.

Do que o mundo pode trazer
Tive toda a tentação
Medo, mágoa, desespero,
Numa imensa solidão.

Abandonar eu queria
Do que da vida restou,
Mas, como eu podia?
E tudo recomeçou.

Precisei buscar lá fora
O que em casa já não tinha
E foi assim que encontrei
Amigos, paz, alegria.

Disse "sim" ao sentir o amor
Há tanto tempo proibido
E vi que meu corpo ainda
Não está adormecido.

Foi difícil reconhecer
Que a liberdade obtida
É um dom que se adquire
Com disciplina de vida.

Hoje sei que nada pode
No mundo mais me ferir,
Mas às vezes custa muito
De novo poder sorrir!

Cibeles S.L. Puglisi       
1984       





Direção e Editoria
Irene Serra