Sérgio Benchimol

CATARATA


A catarata é uma turvação que se desenvolve na lente do olho (cristalino), que originalmente é límpida. Não é uma doença, nem uma película, nem um tumor. É simplesmente uma mudança que acontece em uma parte do olho que já existia.

Quando o cristalino começa a se turvar, atrapalha o processo de transformação da luz em visão pelo olho. Os raios de luz são distorcidos e cada vez mais impedidos de atingir a parte interna do olho.

A catarata é o problema ocular mais comum no mundo, causando a perda da visão em milhões de pessoas. Embora possa se desenvolver em qualquer período da vida, ocorre mais freqüentemente em pessoas acima de 60 anos. Existem outras causas para o aparecimento da catarata, como: traumatismos, congênitas, efeitos colaterais a medicamentos, entre outros.

A Cirurgia da Catarata envolve duas etapas principais: primeiro, a parte obscurecida das lentes naturais é removida; depois, o poder de focar que foi perdido com a retirada das lentes naturais é reposto através de novas lentes.

Removendo a Catarata Implantando novas lentes


Realizada com anestesia local, somente com colírios, não há necessidade de internação hospitalar. A duração da cirurgia varia entre 15 a 20 minutos e a recuperação é variada. O paciente já começa a enxergar no primeiro dia; no entanto, a recuperação total da visão pode levar até 30 dias.

Apesar da segurança que a cirurgia oferece, existem riscos e possibilidades de complicações posteriores. No entanto, este índice é muito menor do que 1%, podendo inclusive ser tratado.

Vale ressaltar que o paciente só deve fazer a cirurgia se houver recomendação médica após a realização de diversos exames.

 

Colaboração do Dr. Sérgio Benchimol,
médico oftalmologista
diretor da Clínica e Cirurgia de Olhos Benchimol
Av. N.Sra. de Copacabana, 680/511
Copacabana - RJ

 

         
Esta página é parte integrante da Revista Rio Total