Artrite Reumatóide


A artrite reumatóide é uma doença inflamatória crônica não-supurativa do tecido conjuntivo, que acomete, de modo difuso, a membrana sinovial, a superfície articular e outras estruturas que compõem as articulações. Acomete mais o sexo feminino, em uma relação de 3:1.
 

A doença tem um curso muito variado, indo de casos que evoluem espontaneamente para a cura, até àqueles que cursam com importantes deformidades do aparelho locomotor. Podem aparecer complicações viscerais que algumas vezes, levam ao óbito. A forma de aparecimento pode ser mono, oligo ou poliarticular. Iniciando de forma insidiosa ou aguda, com ou sem manifestações sistêmicas. Os nódulos subcutâneos são uma manifestação bastante freqüente. A rigidez matinal é um dos primeiros sinais da doença que acomete, principalmente, nas articulações das mãos. Punhos e pés também são bastante acometidos. Pode ocorrer febre e mialgias. Vasculites podem aparecer, principalmente, nos membros inferiores e são sempre um sinal de gravidade da doença.

Diagnóstico Laboratorial
(Exames que devem ser realizados para diagnóstico da doença):
1. Fator Reumatóide (Látex e Waaler Rose)
2. RX
3. HLA-DR4 e HLA-DR1 (Prognóstico)
4. Hemograma
5. VSG
6. Biópsia Articular
 

Tratamento:
1. Antiinflamatórios não esteróideos
2. Corticoterapia
3. Medicamentos que alteram o curso da doença
4. Hidroxicloroquina e Difosfato de Cloroquina, Metotrexate, Sulfassalazina,    Sais de ouro, D-Penicilamina, Azatioprina
5. Ciclosporina

   

Pesquisa de Ana Lima. jornalista

 

 

 

Esta página é parte integrante da Revista Rio Total