Ano 20 - Semana 1.051


 

CUIDANDO DAS PLANTAS
ARQUIVO

 



1º de novembro, 2017

Antúrios



Os antúrios formam um vistoso grupo de plantas de interior, nativas da América do Sul, cultivadas por suas curiosas flores e pelas folhas verdes muito bonitas. As flores são formadas por uma folha modificada (espata), de cor brilhante, que nasce envolvendo uma espiga de flores miúdas (espádice). Na ocasião em que essa flor desabrocha, a espata se abre completamente, deixando, dessa forma, o espádice livre.

Há várias espécies e todas florescem por oito ou mais semanas, no verão. Muitos exemplares darão flores durante o ano inteiro, se forem tomados certos cuidados, tais como manter a temperatura do ambiente variável entre 21 e 27°C.


Primavera e verão

Coloque a planta em local com boa luminosidade, protegendo-a do sol direto. Regue generosamente, sem, contudo, encharcar o solo. Caso seja possível, utilize água de chuva para a rega e preste atenção para nunca deixar o composto secar.




Os antúrios apreciam temperaturas em torno de 27°C, no verão, e umidade atmosférica alta. Ponha o vaso sobre um prato com seixos e água, assentando-o acima do líquido. Pulverize o ar em torno da planta com um borrifador duas vezes por dia (de manhã e à noite), nas ocasiões em que o calor estiver muito forte.

Reenvase anualmente, em setembro, usando um composto bem rico em matéria orgânica. Adicione uma parte de esfagno e um punhado de carvão vegetal moído, a três partes desse composto. Adube com um bom fertilizante, uma ou duas vezes por semana, desde outubro até março, para favorecer o desenvolvimento de uma bela folhagem e de flores. Com o auxílio de uma esponja úmida, limpe de vez em quando as folhas que estiverem empoeiradas; nesse processo, nunca utilize produtos gordurosos para que não sejam bloqueados os poros da planta.


meus antúrios, riototal

Esses antúrios estão num cantinho da área de serviço.
Já está na hora de serem reenvasados.

Outono e inverno

A exemplo de outras espécies tropicais, os antúrios precisam de temperatura amena no inverno (por volta de 15 a 18°C). Regue apenas o suficiente para manter o composto umedecido e não adube, até o tempo esquentar novamente. Continue a proteger sua planta do sol direto, mas não a coloque na sombra.


Propagação

O método mais fácil é por divisão, feita em agosto ou setembro, usando-se uma faca limpa e afiada para separar as raízes das plantas adultas. Faça-o com cuidado para não danificar os exemplares.

Se for semear, faça-o no início da primavera, à temperatura de 24°C, em mistura igual à utilizada para o plantio. Mantenha as mudas na sombra até as sementes brotarem. Dê-lhes, então, um pouco de ar fresco e de luminosidade, aumentando a quantidade aos poucos. Na falta de um propagador - onde o calor e a umidade podem ser controlados - cubra a sementeira com plástico transparente.

Problemas e soluções

Correntes de ar, frio intenso ou excesso de água podem fazer as folhas murcharem e amarelarem. Mude o antúrio para um lugar quente e protegido.
Se não há floração ou as flores caem antes de abrir, a planta não foi bem adubada. Use um bom fertilizante e alimente-a com regularidade.
A falta de umidade causa o enrolamento das flores, mesmo depois de já estarem formadas.
Alguns fungos podem atacar os antúrios, quando não se encontram à temperatura
adequada ou se houver excesso de umidade no ar.
A pior praga, porém, é a cochonilha lanuginosa, que se torna óbvia quando aparecem alguns floquinhos, semelhantes a algodão, no verso das folhas ou nas axilas. Limpe o local com um pincel ou cotonete umedecido em uma mistura de água e álcool.


 

Cuidados na Compra

Ao adquirir o seu exemplar, observe se as folhas crescem firmes, sem manchas ou enrugamento anormais e, em sua maioria, estão lustrosas.
Escolha uma planta que já esteja florescendo. Não se esqueça de verificar se ela está firme no vaso.
Quando você quiser antúrios mais raros, procure um viveirista especializado; as espécies comuns são fáceis de encontrar.

 

Publicado originalmente na Revista Rio Total em 07/03/2009  

 


Direção e Editoria
IRENE SERRA
irene@riototal.com.br