Ano 12 - Semana 642

 

 

CUIDANDO DAS PLANTAS
ARQUIVO

 



 

     25 de setembro, 2009
---

Jacinto


Essas belas bulbosas que florescem na primavera formam um atraente arranjo para jardins, vasos grandes e jardineiras, quando plantadas em grupos. O colorido pastel das flores fornece um alegre toque para interiores de decoração mais formal.

A espécie Hyacinthus orientalis tornou-se o pai de numerosos híbridos que praticamente a substituíram no cultivo, sendo muito difícil encontrar a planta original mesmo na Europa, onde sua cultura popularizou-se. Um grupo de híbridos de H. orientalis, conhecido como jacintos holandeses, tomou o lugar das variedades naturais,
apresentando cor branca, amarela, rosa, vermelha, malva e azulada.
As inflorescências medem de 10 a 15 cm, sustentadas por uma haste de 10 cm.
Muito perfumadas, surgem na primavera, ou mais cedo quando forçadas.
A variedade 'Jan bos' tem cor vermelha; a 'Delf Blue', azul; e a 'City of Haarlem', amarela.

Outro grupo de híbridos forma os jacintos romanos, H. orientalis albulus, um pouco menores, com 15 cm de altura total e coloração rosa ou azulada. Florescem entre dezembro e maio, no hemisfério Norte.


Primavera e verão


Nas regiões de clima frio, onde são muito utilizados, os jacintos fornecem tipos diferentes de bulbo, que são plantados conforme a época de florescimento.

Se você cultivar bulbos que suportam geadas, use os que produzem florada na primavera - época normal para as flores desabrocharem.

Para se obter floradas de inverno, existem bulbos preparados de maneira a forçá-los a uma produção temporã.

Independentemente do tipo de bulbo, se você quiser que ele floresça dentro de casa, terá de adquirir exemplares novos a cada ano.
No entanto, após o florescimento, plante-o em áreas externas, a aproximadamente 15cm de profundidade, e ele produzirá novas floradas nos anos subseqüentes.


jacinto

Outono e inverno

Em março, quando quiser um exemplar que floresça em pleno inverno, plante os bulbos preparados.
Para florescimento em novembro, plante bulbos normais em julho.

Você pode usar uma vasilha sem furos de drenagem, tendo cuidado com as regas, a fim de não encharcar o solo. Coloque uma camada de composto no fundo do recipiente e disponha os bulbos bem próximos entre si; preencha os espaços entre eles com mais composto, mas deixe que o pescoço dos bulbos apareça por cima da superfície.
Posicione o vaso em local fresco, escuro e úmido ou cubra-o com uma camada de 15cm de turfa. Quando a ponta das folhas surgir por entre a turfa, transfira para um lugar com boa iluminação, a 10°C, aumentando a temperatura devagar, até atingir 18°C.
Se o vaso estiver dentro de casa, regue sempre.


 


Direção e Editoria
Irene Serra