Mulheres do Século XIX  

Ana Lima   



Ada Byron Lovelace
(1815-1852)
Inglesa, filha de Lord Byron, é conhecida como a primeira programadora de computadores. Ela escreveu a respeito de um antecessor do computador: a máquina analítica de Charles Babbage. Seu texto foi o primeiro a explicar o processo que, hoje, é conhecido como programação e, por isto, uma linguagem de programação criada pelo Pentágono recebeu o nome de Ada.


Nísia Floresta
(1809-1885)
Abolicionista, republicana e feminista, nasceu no Rio Grande do Norte. Defendeu a educação feminina que era desprezada na época, denunciando a ignorância em que as mulheres eram mantidas o que causava a dependência delas aos homens, contra a qual protestou.
 

Maria Augusta Generoso Estrella
Filha de comerciante português, estudou nos Estados Unidos, no New York Medical College and Hospital for Women, formando-se médica em 1882 porque, no Brasil, não eram aceitas mulheres nas faculdades. Foi tendo seu caso como pressão que, a partir de 1881, a matrícula de mulheres nas escolas superiores brasileiras passou a ser permitida.

Alexandrina Vitória ou Rainha Vitória (1819-1901)
Foi rainha do Reino Unido e Irlanda. Nasceu no Palácio de Kensigton, Londres, filha única de Eduardo, duque de Kent. Era baixinha e gordinha. Subiu ao trono em 1837, aos 18 anos. Durante seu reinado, o mais longo da história inglesa, a Inglaterra experimenta sua maior expansão colonialista. O país participa da Guerra dos Bôeres (1899-1902) no sul da África, da Revolta dos Cipaios (1857-1858) na Ásia e da Guerra do Ópio (1840-1842) na China. A rainha torna-se famosa por intervir pessoalmente em todos os assuntos de Estado, apesar de assessorada por conselheiros e primeiros-ministros, e pela sua rigidez e puritanismo moral a ponto de ter dado origem a uma lenda de que até as pernas das mesas deveriam ser cobertas para que o torneado do móvel não evocasse a visão das pernas femininas. Na época, a prosperidade do Estado e da alta burguesia contrapõem-se às péssimas condições de vida e trabalho das classes mais pobres. O período de 1837 a 1901 passou a ser chamado de Era Vitoriana.

   
 Ana Lima  é jornalista do RT
Fonte: Dicionário de Mulheres
riototal@riototal.com.br