A Mulher na Política 

Ana Lima   


Leolinda Daltro  
Fundou em 1910 o Partido Republicano Feminino e, em novembro de 1917, liderou uma passeata exigindo o direito das mulheres votarem pois o sufrágio universal já era praticado pelos homens desde o século anterior. O fato inédito foi a presença das mulheres protestando na rua, exigindo direitos políticos, o que surpreendeu a população do Rio de Janeiro e a elite política da época.

 

Rainha Guilhermina 
Comandou a Resistência holandesa durante a Segunda Guerra Mundial, refugiada em Londres.


Haydée Tamara Bunke (Tânia)
 
Alemã, foi guerrilheira, morta na Bolívia, que se destacou nas lutas, em Cuba e na Bolívia, ao lado de Ernesto Che Guevara. e outros companheiros bolivianos, peruanos e cubanos. Foi militante do PCC - Partido Comunista Cubano, estudante de jornalismo na Universidade de Havana e se destacou nos trabalhos na Federação de Mulheres Cubanas.



Betty Friedan
 
Americana, psicóloga, jornalista e escritora, foi líder feminista, criando a Organização Nacional das Mulheres (1963). Em 1975, ganhou o prêmio de humanista do ano da American Humanist Association.


Eva Perón
Líder política argentina que criou a ala feminina do Partido Peronista.
 

Lídia Geiler Tejada  
Depois de ser presidente do Congresso boliviano, foi eleita, aos 53 anos, pelos congressistas, Presidenta da República, tendo sido a segundo mulher latino-americana a ocupar o cargo, sendo que a primeira foi a viúva de Peron na Argentina. Na sua trajetória política, foi três vezes secretária particular do Presidente da República Vitor Paz Estensoro e ocupou a linha de frente na revolução nacional de 9 de abril de 1952, militante do MNR- Movimento Nacional Revolucionário. A revolução de 1952 determinou a nacionalização das minas de estanho, a reforma agrária e o sufrágio universal que incluiu os analfabetos. Em 1963, fundou o Partido Revolucionário da Esquerda Nacional-PRIN, juntamente com o dirigente sindical Lechin Oquendo, afastando-se do MNR de Paz Estensoro.
 

Maria José Rebelo
Filha de advogado, foi a primeira diplomata brasileira, nomeada em 1918. Para ter o direito de prestar o concurso teve que recorrer ao jurista Rui Barbosa e classificou-se em primeiro lugar. Ela conseguiu assumir a função apesar das críticas de uma "perigosa marcha do feminismo no Itamaraty".
 

Maria Estela Martinez
Viúva de Peron, foi a primeira Presidenta latino-americana, ocupando o cargo na Argentina.



Rosa de Luxemburgo

Alemã, de origem judia-polonesa, ingressou em 1904 na direção da Internacional Socialista, na qual ficou por 10 anos. 
Foi presa e escreveu Cartas da Prisão
.


Eileen Marie Collins

Coronel da Força Aérea dos Estados Unidos (Usaf) foi escolhida, em 1999, como a primeira mulher a comandar um vôo da Space Shuttle para uma missão de cinco dias no espaço. O principal objetivo da missão STS-93: lançar o telescópio Chandra X-Ray projetado para observar raios X provenientes de regiões de alta energia do universo. Na tripulação, entre mais quatro astonautas, uma outra mulher: a tenente-coronel Catherine G. "Cady" Coleman. Na Força Aérea (Usaf) o treinamento de mulheres para pilotar aviões começou em 1976. A missão programada para 20 de julho, data do 30º. aniversário da chegada à lua, foi adiada para dia 22 por causa de um alarme falso sobre excesso de hidrogênio em um dos motores. Depois, foi novamente adiada por causa de uma tempestade e, finalmente, o lançamento ocorreu dia 23 de julho no Centro Espacial Kennedy, no Cabo Canaveral, mesmo tendo sido detectado uma irregularidade - um curto-circuito que durou meio segundo e que apagou os computadores responsáveis pelo controle de três motores que continuaram funcionando mantidos por equipamentos sobressalentes.

   
 Ana Lima  é jornalista do RT
Fonte: Dicionário de Mulheres

riototal@riototal.com.br